Programação cultural e turística em Recife homenageará o Frevo

Todos os ritmos musicais vão homenagear o Frevo na primeira ação do ano da Prefeitura do Recife para homenagear o ritmo que, em 2007, completa 100 anos. O projeto "O Frevo" levará para a Praça do Arsena

  
  

Todos os ritmos musicais vão homenagear o Frevo na primeira ação do ano da Prefeitura do Recife para homenagear o ritmo que, em 2007, completa 100 anos. O projeto "O Frevo" levará para a Praça do Arsenal, centro histórico da cidade, cantores e bandas locais fazendo uma releitura do Frevo durante as sextas-feiras de janeiro e março, a partir do próximo dia 5, começando às 22h.

Cada artista ou grupo vai apresentar cinco músicas do seu repertório, em ritmo de frevo, e interpretar outras cinco composições tipicamente de frevo, de compositores de Pernambuco.

A programação prevê grupos heterogêneos tocando frevo: artistas mais identificados com o forró (Maciel Salú, Arlindo dos 8 Baixos, Forró Rabecado), MPB/regional (Carolina Pinheiro, Tonino Arcoverde, SaGrama), Jazz (C4 Instrumental, A Roda, Treminhão), Blues (Pedro Quental), Rock/Pop (Volver, Carfax, Parafusa, Mula Manca e a Fabulosa Figura, Astronautas, Má Companhia, San B, The Keith & Malvados Azuis, Rádio de Outono), Samba (Mônica Feijó & Choro Brasil, Zé Cafofinho), Swing ou 'Mangue' (Bonsucesso Samba Clube, Ortinho, Negroove, Eddie), Brega (Academia da Berlinda, Victor Camarote e banda Arquibancada) e Eletrônica com regional (Eta Carinae).

A proposta faz parte de uma série de ações para comemorar o Centenário do Frevo. Pensando no ritmo como uma manifestação cultural importante, o projeto 100 anos do Frevo não se limita a comemorações festivas, mas dá o tratamento ao ritmo nos seus diversos aspectos: preservação e difusão, estudo, apoio aos compositores, intérpretes e às agremiações carnavalescas. Sob coordenação geral da secretária de Gestão Estratégica e Comunicação, Lygia Falcão, a iniciativa tem em seu horizonte não apenas divulgar, mas também contribuir para a preservação do ritmo como símbolo do Carnaval de Pernambuco.

Para o secretário de Cultura do Recife, João Roberto Peixe, o projeto vem também para reforçar a programação cultural e turística do Bairro do Recife, neste verão, de forma inovadora. "Dentro de um ambiente de diversidade cultural que é a nossa cidade este é um momento especial quando todos os ritmos homenagiam o nosso frevo, desde nomes como Arlindo dos 8 Baixos a Ortinho, Bonsucesso, Eddie e Astronautas, num grande diálogo musical", declara.De acordo com o presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR), Fernando Duarte, o objetivo do projeto é acabar com um hiato que existe entre a nova geração da música pernambucana e a nossa tradição. " O frevo é uma música para se curtir, para se ouvir, para balançar, sempre com novas opções de interpretação", afirma.

Fonte: Oficina de Conteúdo

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

http://www.maxpressnet.com.br/imagens/clear_pixel.gif

  
  

Publicado por em