Projeto Marabaishow abre ciclo de uma das maiores expressões culturais do Amapá

Uma iniciativa da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), que ganhou a adesão dos cantadores de marabaixo, criou o projeto Marabaishow.

  
  

O ciclo do Marabaixo começa no dia 11 de abril, mas será aberto no dia 3 de uma forma totalmente inédita. Uma iniciativa da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), que ganhou a adesão dos cantadores de marabaixo, criou o projeto Marabaishow. A idéia é fazer uma programação especial que não só abrirá a ciclo, mas também apresentará uma nova forma de tocar e cantar uma das maiores expressões da música amapaense.

A idéia partiu de Carlos Pirú, carnavalesco e adepto do Marabaixo, além de técnico da Secretaria de Turismo. A intenção é dar ao Marabaixo arranjos mais completos, preenchidos por instrumentos que darão um toque a mais, a exemplo do que aconteceu com o carimbó, no estado do Pará. “Nós podemos somar ao batuque do Marabaixo outros instrumentos de percussão e até um violão e um banjo”, revela a receita. Os cantadores de grupos como Raízes do Bolão (Curiaú), Raimundo Ladislau (Laguinho) e Berço do Marabaixo (bairro Santa Rira) toparam a idéia. Há mais de uma semana eles estão se reunindo com os técnicos da Setur para acertar os detalhes do projeto e combinar os ensaios que já começaram a experimentar o novo formato do Marabaixo.

O “laboratório musical” está sendo conduzido pelo mestre Adelson Preto. No dia 3 de abril, a partir das 8 horas, no Monumento do Marco Zero do Equador, haverá oficinas de Marabaixo. Às 17hs começa o show, com homenagens aos pioneiros do Marabaixo e pronunciamento de personalidades do folclore amapaense. Haverá ainda uma exposição sobre a História do Marabaixo, apresentação de Marabaixo Infantil, além de apresentação da Banda AfroBrasil. “Temos que popularizar as letras dos batuques e começar a fazer com que toda a população valorize nossas riquezas”, ressalta a secretária de Estado Turismo Célia Brazão.

Fonte: Secretaria de Turismo do Amapá

  
  

Publicado por em

Enarfa

Enarfa

26/05/2010 15:16:29
como na HISTÓRIA, tudo sofre inovaçÃO.