Sertão pernambucano ganha Rota do Cangaço

Guias caracterizados vão conduzir os turistas pela Rota do Cangaço Triunfo - Desenvolver o artesanato, a gastronomia e a cultura local, visando à sustentabilidade econômica, social e ambiental, bem como estimular as comunidades

  
  

Guias caracterizados vão conduzir os turistas pela Rota do Cangaço
Triunfo - Desenvolver o artesanato, a gastronomia e a cultura local, visando à sustentabilidade econômica, social e ambiental, bem como estimular as comunidades locais a ver a atividade turística como um grande negócio propulsor do Sertão de Pernambuco. Esse é o objetivo do projeto Rota do Cangaço e Lampião, que acaba de ser apresentado no município de Triunfo.

A rota vai abranger os 217 quilômetros que unem os municípios de São José do Egito, Afogados da Ingazeira, Triunfo, Santa Cruz da Baixa Verde, Serra Talhada e São José do Belmonte.

No ramo do artesanato, ainda estão as cidades de Salgueiro, Serrita, Sertânia e Solidão. "A região, conhecida como Sertão do Pajeú, tem grande potencial, mas ainda é pouco explorada", explica o analista do Sebrae em Serra Talhada, responsável pelos negócios de turismo, cultura e artesanato, Alexandre Campos.

Segundo ele, o projeto total tem como público-alvo 140 empreendimentos turísticos e prestadores de serviços (30 hotéis e pousadas, 64 bares e restaurantes, cinco engenhos de rapadura, uma agência receptiva, 15 guias e condutores, 25 empreendedores culturais e artistas), além de 150 artesãos.

"Visamos desenvolver a arte, a gastronomia e a cultura, refazendo as trilhas de Lampião e aproveitando os atributos de cada cidade", diz Campos.

O projeto estabelece alguns focos estratégicos, que serão trabalhados a partir do fim de 2007: elevação da qualificação dos equipamentos turísticos e capacitação dos profissionais de turismo, cultura e artesanato; melhoria da infra-estrutura e organização dos setores; fortalecimento da gastronomia local dentro da proposta turística com ênfase na caprinocultura, assim como a promoção e comercialização dos produtos turísticos, culturais e do artesanato.

O Sebrae pretende aumentar a taxa de ocupação dos meios de hospedagem em 20%, sendo 10% até dezembro de 2008 e 20% até dezembro de 2009. "Temos a intenção de aumentar para quatro dias a permanência média dos turistas nas localidades atendidas pelo projeto", conta o analista.

Serão feitos diagnósticos setoriais, consultoria gerencial, capacitações gerenciais e para empreendedores culturais e guias, consultoria em gestão para atrativos turísticos. Os municípios beneficiados pelo projeto vão contar ainda com consultoria em design para melhoria do artesanato, requalificação de bares, restaurantes, hotéis e pousadas, além de projeto de sinalização turística, entre outros. Serão desenvolvidos também catálogo de serviços para a rota, mapa turístico das cidades envolvidas e vídeo promocional com o intuito de comercializar esses destinos turísticos.

Atrativos locais

Existe na região uma grande diversidade de atrativos que vão desde a vegetação como o bioma da caatinga até atrativos culturais como o xaxado, dança criada por Lampião, típica da cidade de Serra Talhada, berço do cangaceiro.

Situada em uma área de microclima, a cidade de Triunfo é conhecida como 'oásis do Sertão'. Nela se encontram o ponto mais alto do Estado de Pernambuco, o Pico do Papagaio (1.200m), cachoeiras e sítios arqueológicos.

A cidade de São José do Egito possui um atrativo cultural ímpar que são os poetas violeiros. Em Afogados da Ingazeira, a remanescência dos quilombolas caracteriza uma cultura arraigada em traços africanos.

Em Santa Cruz da Baixa Verde aparecem outros atrativos, como os engenhos de rapadura e a descoberta de uma cratera, provavelmente vulcânica. Já São José do Belmonte é conhecida como 'a terra da Pedra do Reino', imortalizada no romance de Ariano Suassuna.

Fonte: Sebrae

Del Valle Editoria

Contato: vininha@vininha.com

Site: www.animalivre.com.br

  
  

Publicado por em

Josiane

Josiane

30/09/2010 11:12:19
Acho a ideia fabulosa gostaria de saber mais sobre a rota do cangaço,gostaria de ter contato com os idealizadores,pois sou turismologa e gostaria de desenvolver projetos na minha cidade, por favor me respondam com urgencia,obrigada.