Conheça o socol da Tia Cacilda no 5º Salão do Turismo!

Embutido de lombo de porco é um dos produtos que estarão em exposição no Mercado da Agricultura Familiar

  
  

Dona de uma simpatia irresistível, Tia Cacilda, de 74 anos, tem mãos de fada para cozinhar. Ainda adolescente, aprendeu com a mãe a preparar um quitute que é sucesso no Espírito Santo – o socol, embutido de lombo de porco de origem italiana. Este ano, a que receita circula na família da Tia Cacilda há gerações estará no Espaço da Agricultura Familiar, durante o 5º Salão do Turismo – Roteiros do Brasil.

Tia Cacilda garante que o tempero é o mesmo que avó utilizava quando veio da Itália para o Brasil: “Aprendi com 14 anos e faço igualzinho até hoje”, conta. Há 12 anos, quem dá continuidade à tradição é a nora de Tia Cacilda, Bernadete Lorenção, que gosta de ser chamada apenas de Dete. O relacionamento entre sogra e nora tem dado certo. Além do socol, as duas criaram 12 antepastos, conservas e geléias – tudo orgânico. É de abrir o apetite!

A produção é totalmente familiar, desde o plantio e criação de porcos até o atendimento na lojinha, que fica no sítio dos Lorenção, em Venda Nova do Imigrante (ES). A família chega a receber até 400 clientes por fim de semana. A vantagem, explica Dete, é que, na baixa ou alta temporada, o público é o mesmo. “As pessoas que compram aqui são fiéis, voltam sempre. A maioria é de Vitória, mas tem gente que encomenda até de São Paulo.” Por mês, a produção de socol varia entre 800 e 900 quilos.

Dete estará no 5º Salão do Turismo vestida de nona italiana, inspirada na avó de Tia Cacilda. “Tenho orgulho dos nossos produtos e da tradição”, acrescenta. Ela confidencia que levará o socol e cinco tipos de antepastos: abobrinha com peperone, pimenta recheada, berinjela, pesto da nona e tomate seco.

Para saber mais ou encomendar os produtos da família Lorenção, envie e-mail para socollorencao@hotmail.com. E não deixe de visitar o portal do 5º Salão do Turismo! www.salao.turismo.gov.br

MERCADO DA AGRICULTURA FAMILIAR

É um espaço coordenado em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). É destinado à apresentação e comercialização de alimentos e bebidas produzidos e processados por agricultores familiares, das cinco macrorregiões brasileiras, reunidos em redes, cooperativas e associações.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em