Cidade de São Paulo também tem cachoeiras, reservas indígenas e muito turismo ec

SVMA, Sebrae e SPTuris lançam projeto que pretende desenvolver o turismo nas áreas de proteção ambiental da capital paulista São Paulo é mesmo uma cidade multifacetada e surpreendente, que atende ao

  
  

SVMA, Sebrae e SPTuris lançam projeto que pretende desenvolver o turismo nas áreas de proteção ambiental da capital paulista

São Paulo é mesmo uma cidade multifacetada e surpreendente, que atende ao gosto de qualquer turista, pois reúne um gostinho de todo o Brasil e um pouquinho do que há de melhor no mundo. A maior metrópole do hemisfério sul vai aos extremos: dos espetáculos internacionais, do GP Brasil de Fórmula 1 e do São Paulo Fashion Week ao turismo cultural e ecológico. E para completar esse caldeirão de sensações, no último dia 10 de novembro foi lançado o Programa de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Artesanato nas áreas de proteção ambiental (APAs) Capivari-Monos e Bororé-Colônia, situadas no extremo sul da cidade de São Paulo. A idéia é apresentar as propostas de desenvolvimento econômico e social para as APAs paulistanas por meio do turismo e da preservação do meio ambiente.

Cachoeiras, mananciais que descem a Serra do Mar, centenas de espécies diferentes de animais, três reservas indígenas e um rio de águas limpas e ricas, o Capivari, além da Ilha de Bororé, uma península no meio da represa Billings, são algumas das atrações que poderão ser encontradas nessas regiões, que ficam a pouco mais de 40 km do centro da cidade.

O projeto foi elaborado pela metodologia do Sebrae-SP (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de São Paulo) e direcionado ao atendimento de territórios com potencialidade turística, ou seja, serão trabalhadas estrategicamente as riquezas naturais e culturais que apresentem viabilidade para constituição de negócios sustentáveis em lazer, turismo, cultura e artesanato.

Além do Sebrae, são parceiros da iniciativa a Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente, Subprefeitura da Capela do Socorro, Subprefeitura de Parelheiros, São Paulo Turismo (SPTuris), Atiboré (Associação de Turismo da Ilha do Bororé) e Aecotur (Associação dos Empreendedores de Ecoturismo da APA Capivari-Monos Parque de Aventura). O projeto é resultado de dois anos de um trabalho que envolveu empresários locais, associações de moradores, organizações não governamentais, instituições de pesquisa e agências turísticas, técnicos da administração municipal e diversos representantes da comunidade, incluindo pescadores, artesãos, grupos culturais e moradores das aldeias indígenas da região.

Informações: 0800-728-0202 ou projetosturisticos@spturis.com

Texto: Lilian Natal

Sobre as APAs
As APAs - áreas de proteção ambiental - são unidades de conservação de uso sustentável, instituídas pelo Poder Público. O objetivo da criação dessas áreas é promover seu ecodesenvolvimento (desenvolvimento socioeconômico-ambiental) com a proteção dos recursos naturais (sustentabilidade) e a melhoria da qualidade de vida da população local.

APA Capivari-Monos
Abriga significativos recursos sócio-ambientais, como remanescentes de mata atlântica, rios, cachoeiras, comunidades indígenas, entre outros. Está inserida na Reserva do Cinturão Verde de São Paulo e na Área de Proteção aos Mananciais da Região Metropolitana de São Paulo. Dentre suas paisagens, destaca-se a Cachoeira do Capivari, com cerca de 40 metros em duas quedas, a Estação de Evangelista de Souza, entreposto ferroviário da década de 1940, o Núcleo Curucutu do Parque Estadual da Serra do Mar, com seus diversos mirantes de o­nde se pode ver o mar, e a fabulosa Cratera de Colônia, com 3,6 km de diâmetro, além das aldeias Guarani Tenondé Porã (Barragem) e Nhé'em Porã (Krukutu).

APA Bororé-Colônia
O Bororé é um dos mais peculiares bairros do município de São Paulo e seu acesso principal se dá por meio de uma balsa que cruza a represa Billings. Este isolamento proporcionou uma feição singular à paisagem do antigo bairro que, apesar de ser uma península, é conhecido como Ilha do Bororé e é um ótimo ponto para passeios de barcos e para avistar pássaros como a garça branca com seus abundantes ninhais. A Colônia Paulista, fundada em 1829 com o nome de Colônia Alemã, é um dos mais antigos focos de colonização estrangeira do Brasil. Abriga diversos patrimônios históricos, alguns tombados, como o Cemitério da Colônia (1840), mais antigo da cidade e primeiro cemitério protestante do País, e outros em processo de tombamento, como a Casa de Taipa (1870) e a Igreja de São Sebastião (1904).

Parceiros
APA Bororé-Colônia - ATIBORÉ, Conselho Gestor/SVMA, Subprefeitura da Capela do Socorro e SPTuris
APA do Capivari-Monos - AECOTUR, Conselho Gestor/SVMA, Subprefeitura de Parelheiros e SPTuris

Fonte: Portal da Cidade de São Paulo

  
  

Publicado por em