Distrito Federal firma acordo que introduz o ensino da cultura indígena na educação básica

A cerimônia ocorreu no Memorial dos Povos Indígenas (MPI), durante a abertura da programação da semana dedicada ao Dia do Índio, 19 de abril.

  
  
Abertura da Semana dos Povos Indígenas em comemoração ao Dia do Índio, no dia 19 de abril próximo

As secretarias de Educação e Cultura do Distrito Federal assinaram ontem (15) um acordo de cooperação que prevê a introdução da cultura indígena na educação básica. A cerimônia ocorreu no Memorial dos Povos Indígenas (MPI), durante a abertura da programação da semana dedicada ao Dia do Índio, 19 de abril.

O acordo prevê que, até o fim do ano, os professores serão capacitados para lecionar a cultura indígena nas escolas da rede pública do Distrito Federal. O MPI também irá disponibilizar o seu espaço para que os estudantes participem de atividades envolvendo a cultura dos índios.

Para a gerente de Ensino Médio do Distrito Federal, Penha de Souza, que esteve representando o secretário estadual de Educação, José Luiz Valente, o acordo tem um diferencial na introdução da cultura indígena no sistema educacional. “Os alunos irão aprender por meio da vivência. Para nós, isso é de extrema importância e relevância, porque o ensino vai ser elaborado de forma diferenciada, em que o aluno vai aprender as habilidades em um local, realmente, apropriado”, afirmou.

Embora a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional já estabeleça a obrigatoriedade do conteúdo da cultura indígena nas escolas, segundo Penha, o Distrito Federal será a primeira unidade da federação a trabalhar com a capacitação de professores com o objetivo de introduzir a cultura dos índios na rede pública.

A gerente ressaltou ainda a importância do apoio da sociedade para a efetivação do ensio da cultura indígena. “Não basta somente a lei. Ela só terá eficácia se a sociedade abraçar essa questão e nada melhor que o caminho da educação”, disse Penha.

Estiveram presentes na abertura da semana dedicada ao índio o coordenador geral de Artesanto Indígena da Fundação Nacional do Índio (Funai) Pedro Ortale e índios de etnias dos estados de Pernambuco e Mato Grosso.

A semana de comemoração realizada pelo MPI ocorre até o dia 19 com a exposição de fotos e vídeos e a realização de debates e rituais indígenas.

Fonte: Agência Brasil
Esta notícia está licenciada sob Licença Criative Commons de Atribuição 2.5

  
  

Publicado por em