Indígenas participarão da reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

A 56ª Reunião Anual da SBPC - Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, de 18 a 23 de julho, em Cuiabá (MT), terá a participação de índios de Mato Grosso, sendo que é a primeira vez que essa população é representada no evento. O congresso cien

  
  

A 56ª Reunião Anual da SBPC - Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência, de 18 a 23 de julho, em Cuiabá (MT), terá a participação de índios de Mato Grosso, sendo que é a primeira vez que essa população é representada no evento.

O congresso científico, apontado como o maior do hemisfério sul, promove, paralelamente, a SBPC Indígena.Apoiado por diversas entidades governamentais e Ong`s, o Cimi - Conselho Indigenista Missionário, responsável pelo evento, pretende que a SBPC Indígena proporcione discussões e dê visibilidade àqueles povos. Em Mato Grosso, encontram-se 39 etnias, com diferentes tempos de contato com a sociedade.

`A presença dessa diversidade étnica resulta numa grande riqueza cultural, com sabedorias ancestrais construídas há milênios em um habitat regional que abrange florestas e cerrados`, avalia a coordenadora do Cimi no estado, Maristela Torres.

Para o padre Aloir Pacini, a SBPC permitirá que se divulgue o quanto a ciência moderna e a tradição secular se aliam em um mesmo contexto e como esses povos se situam e se apresentam hoje.

`Neste tempo histórico, é importante fortalecer a identidade cultural e desenvolver conhecimentos referentes a um novo sistema de vida`, afirma Pacini.

A SBPC Indígena reunirá lideranças, pesquisadores, indigenistas, professores e acadêmicos do ensino superior indígena, com o objetivo de valorizar e divulgar fatos referentes aos índios e aos seus direitos.

Fonte: AssCom SBPC


  
  

Publicado por em