Carnaval sem Poluição Sonora no litoral do Piauí

O Estado obteve êxito em sua campanha educativa contra a poluição sonora no litoral piauiense.

  
  

“A integração entre as policias militar e civil, com órgãos como a Secretaria de Turismo, o Ibama, a Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, o Ministério Público e a Prefeitura de Luís Correia contra a poluição sonora no litoral piauiense obteve êxito em sua campanha educativa e nenhuma apreensão foi feita e a população e turistas obedeceram às normas e se mostraram bem receptivas ao trabalho realizado”, declara o delegado-geral da Polícia Civil, James Guerra.

Segundo o delegado, que acompanhou de perto o trabalho realizado em Luís Correia, o policiamento feito nas principais ruas do município coibiu as incidências de carros de som com freqüência acima de 70 decibéis, próximo a locais residenciais e nas praias, porém o trabalho educativo feito com a população foi o ponto crucial para o bom resultado.

Para o secretário de Turismo de Luís Correia, Alcide Filho, a aceitação foi formidável e dava para perceber que as pessoas estavam mais conscientes. “As pessoas captaram a nossa mensagem. Já no sábado estávamos na entrada da cidade entregando folders e conversando com os foliões que vinham brincar o carnaval em Luís Correia e esse trabalho persistiu durante todo o carnaval. Aonde chegávamos as pessoas baixavam o som mesmo”, disse.

A policia utilizou nas blitzen o decibélimetro para confirmar a altura atingida pelos carros de som e os que ultrapassavam o limite foram convidados a baixarem o som de forma a entrarem nas normas da lei do silêncio. “Esse caminho é o que devemos tomar, o da integração”, finaliza o secretario Alcide Filho.

Fonte: Secretaria de Turismo do Estado do Piauí

  
  

Publicado por em

Nilza Maria Brito

Nilza Maria Brito

05/09/2009 08:54:41
Ótima. Vale dizer que este assunto abordado precisa ser amplamente debatido sela sociedade. Compreender os efeitos colaterais dos exageros sonoros talvez seja um importante passo rumo a mudança de paradigma nessa vertente. Anunciar ações como a do litoral Piauiense para que elas sejam acessadas, conhecidas e reflexionadas pela população de outras regiões configura num marketing ético e responsável. Parabéns pela matéria.