Adventure Sports Fair 2009 dá os primeiros passos para a acessibilidade

Para a edição de 2009, a Adventure Fair começa a se adaptar para receber pessoas com deficiências físicas

  
  

Para a Adventure Sports Fair 2009, que acontece entre 10 e 13 de setembro de 2009, algumas ações serão realizadas para que o evento seja gradativamente acessível às pessoas que têm alguma deficiência física.

“Além de existir uma lei federal que obriga todos os espaços públicos a se adaptarem à acessibilidade, na verdade tomamos essas medidas ao sabermos que 13% dos brasileiros possuem algum tipo de deficiência que atrapalha na locomoção”, explica Sérgio Franco, sócio-fundador do evento.

Algumas dessas transformações na montagem da feira favorecem aos cadeirantes: haverá balcões de atendimento e entrada preferenciais, também alguns banheiros acessíveis e sinalizados e orelhões acessíveis.

Também existirá um orelhão para surdos (TPS) e sinalização em braile na porta do pavilhão para os deficientes visuais e em todos os banheiros. No percurso da feira, haverá piso tátil alerta/direcional, indicando a presença de mapa tátil naquele ponto.

No estacionamento do pavilhão e nas praças de alimentação haverá lugares reservados para deficientes.

Algumas atrações poderão receber deficientes, como a tirolesa e uma trilha com carrinho acessível, passeio de bike adaptada, passeio de charrete adaptada e sorteios de cursos gratuitos de navegação para pessoas com deficiências.

Ainda haverá mostra de equipamentos adaptados para a prática da aventura e estandes de ONGs relacionados ao tema. E na Praça dos Aventureiros, espaço de eventos da feira, haverá a presença de esportistas com deficiências físicas, contando suas experiências de vida.

“Também estamos fazendo um trabalho de recomendação aos expositores para que adaptem seus estandes em prol dessas pessoas, como por exemplo, colocando rampas de acesso aos cadeirantes”, conta Sérgio.

Ele também explica que em 2009 o evento ainda não vai conseguir ser 100% acessível (por exemplo, nem todos os estandes estarão adaptados), mas que o objetivo é este para as próximas edições.

As ações de acessibilidade na feira têm parceria da Avape, Revista Sentidos, Casa do Braille, Iape, Koller, Vanzetti, Instituto Via Viva, Parque dos Sonhos, Hotel Campo dos Sonhos e consultores, como Edison Passafaro e Dadá Moreira.

Fonte: Adventure Sports Fair

  
  

Publicado por em