Instituto Butantan traz programação de férias para deficientes

O Instituto Butantan iniciou nesta semana a programação de férias voltada, principalmente, para crianças e pessoas com deficiência visual

  
  

O Instituto Butantan iniciou nesta semana a programação de férias voltada, principalmente, para crianças e pessoas com deficiência visual. Um dos destaques do projeto é o carrinho microtoque, o qual proporciona a pessoas com deficiência visual sentir a textura de diferentes serpentes. A série de atividades especiais seguem até o dia 29 de julho.

De acordo com Fan Hui, diretora cultural do instituto, o projeto tem como objetivo desmistificar o universo científico. “A ciência, muitas vezes, é vista como algo inacessível e o cientista como uma pessoa meio maluca. A ideia é mostrar que a ciência está no dia a dia das pessoas. Oferecemos brincadeiras, jogos e oficinas para mostrar que a ciência não é um bicho de sete cabeças ou algo muito difícil”, explicou.

Os visitantes poderão conferir os quatro museus e o parque do instituto. No Museu de Microbiologia, o público verá de perto como funciona um laboratório científico. Os visitantes poderão observar partículas invisíveis a olho nu por meio de um microscópio, como células de animais e vegetais, além de vermes em carnes mal cozidas e microorganismos em água não tratada.

Na edição deste ano, as atividades foram adaptadas para permitir a participação de pessoas com deficiência visual. “A maioria das atividades é visual e isso não permite o acesso para quem tem deficiência. A ideia é proporcionar atividades em que elas possam sentir o formato por meio das sensações táteis”, esclareceu a diretora. Estarão expostas cobras taxidermizadas [técnica de montagem ou reprodução de animais que preserva a textura da pele e o tamanho]. Segundo Fan Hui, as serpentes são as espécies que despertam maior curiosidade.

Os museus funcionam das 10h às 16h30 e não é necessário agendar a visita. Os ingressos custam entre R$ 2,50 e R$ 6. A entrada é grátis para crianças de até 7 anos, idosos e pessoas com deficiência.

A partir do dia 24, além dos roteiros de visitação aos museus, a programação contará com oficinas, jogos, leitura de histórias, teatro de fantoches e mostra de filmes. As atividades são gratuitas. Crianças de 6 anos a 10 anos poderão participar, por exemplo, da oficina O Fim da Picada, sobre o universo dos animais peçonhentos.

O trabalho de campo de um biólogo será apresentado na oficina Pesquisador por Um Dia, quando os participantes farão uma visita ao Horto Oswaldo Cruz, ligado ao instituto, para conhecer o habitat e o comportamento de diferentes espécies de aranhas e serpentes.

O Instituto Butantan, órgão do governo estadual de São Paulo, é responsável por mais de 93% do total de soros e vacinas produzidas no Brasil, entre elas, as vacinas contra a gripe A e hepatite B. O instituto desenvolve estudos e pesquisas na área de biologia e biomedicina.

A programação completa de férias do instituto está disponível no site www.butantan.gov.br

Fonte: Agência Brasil

  
  

Publicado por em