Restaurantes e bares de Pernambuco terão cardápios em braile

O projeto tem o objetivo de adequar o destino turístico Pernambuco para receber turistas não apenas com deficiência visual, como também aqueles que apresentam mobilidade reduzida; além de idosos, gestantes e crianças.

  
  

A Secretaria de Turismo de Pernambuco/EMPETUR assinou, hoje (06), convênio com a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) e a Associação Pernambucana de Cegos (Apec); o combinado vai fazer com que cada um dos 250 restaurantes associados à Abrasel apresente cardápios em braile. A Ação compõe o programa Turismo Acessível – Pernambuco sem Barreiras.

Desenvolvido desde julho de 2008, o projeto, pioneiro no Brasil, tem o objetivo de adequar o destino turístico Pernambuco para receber turistas não apenas com deficiência visual, como também aqueles que apresentam mobilidade reduzida; além de idosos, gestantes e crianças.

Para o presidente da Apec, Antônio Muniz, o Pernambuco sem Barreiras trará também uma maior compreensão a respeito dos direitos das pessoas com deficiência. ‘No ano do bicentenário de Louis Braille, idealizador do sistema de leitura para cegos, é com grande satisfação que a Apec analisa as ações da Secretaria de Turismo de Pernambuco.’

Além da assinatura do convênio, outras ações do programa foram concretizadas na oportunidade. Entre elas, o lançamento da Cartilha do Programa Turismo Acessível – Pernambuco sem Barreiras. Voltada ao trade turístico, do taxista aos principais hoteis do estado, o material esclarecerá quais as mais importantes medidas a serem tomadas para a adaptação do serviço junto às pessoas com deficiência. Isso porque, além de direitos que passam a ser adquiridos, trata-se de um mercado turístico promissor.

Estudos já realizados demonstram que o turista com deficiência ou mobilidade reduzida apresenta alto gasto médio, passa mais tempo no destino e viaja quase sempre acompanhado. De acordo com o secretário de Turismo de Pernambuco, Sílvio Costa Filho, as pessoas com deficiência representam 10% da população brasileira, dos quais 1,3 milhão são pernambucanos ou moram no Estado. ‘O projeto envolveu a razão, mas também o caráter humano relativo aos direitos do cidadão. A idéia é que até a Copa do Mundo 2014, a maior parte dos equipamentos turísticos de Pernambuco apresentem total acessibilidade’, afirmou.

Foi apresentada ainda durante o evento, a Rota Acessível do Centro de Convenções de Pernambuco. O projeto, que terá o edital de licitação lançado até o final de outubro, proporcionará as pessoas com deficiência, através de detalhes como a troca das maçanetas das portas até a implementação de quatro elevadores, a acessibilidade às vagas de estacionamento, banheiros e teatros do Cecon-PE.

Fonte: Secretaria de Turismo de Pernambuco

  
  

Publicado por em