Ações do MTur ajudam a desenvolver o setor em São Paulo

Considerada meca do turismo brasileiro, a maior cidade da América do Sul e uma das maiores metrópoles do mundo, a cidade de São Paulo, recebeu no último domingo (8), a tocha Pan-americana, que percorreu 32 quilômetros

  
  

Considerada meca do turismo brasileiro, a maior cidade da América do Sul e uma das maiores metrópoles do mundo, a cidade de São Paulo, recebeu no último domingo (8), a tocha Pan-americana, que percorreu 32 quilômetros por alguns pontos turísticos, como o Teatro Municipal, a Praça da Sé, a Pinacoteca do Estado, a Estação Júlio Prestes, o Masp e o Parque do Ibirapuera.

A cerimônia de início do revezamento começou na Estação Júlio Prestes, que é considerada um dos cartões postais da cidade. Nas redondezas da Estação, os turistas podem visitar a Pinacoteca do Estado, o Parque da Luz e, bastante próximo, o Convento onde morou o primeiro santo brasileiro: Frei Antonio de Sant´Anna Galvão, ou Frei Galvão, como é conhecido.

A lanterna dos jogos Pan-americanos chegou de trem e foi repassada para a ex-jogadora da seleção brasileira de basquete Hortência Marcari, embaixadora dos jogos em São Paulo. A capital paulista é o principal portão de entrada de visitantes estrangeiros no Brasil por transporte aéreo e se consolidou como um grande centro para o turismo de negócios e eventos.

Aos visitantes, a cidade oferece opções para todos os gostos, por concentrar a maior rede hoteleira e gastronômica do país. São 12,5 mil restaurantes, 410 hotéis, segundo levantamento da Associação Brasileira das Entidades de Gastronomia, Hospedagem e Turismo (Abresi). Para quem procura diversão e cultura, a cidade oferece 15 mil bares, 88 museus, mais de 100 teatros e 200 salas de cinemas. E mesmo com a imensa área urbana, dominada por grandes edifícios, a capital possui 53 parques e áreas verdes intactas. Para contribuir para melhorar ainda mais o setor, o Ministério do Turismo investe em uma série de ações executadas em parcerias com entidades públicas e privadas.

Qualidade na Mesa - Criado para desenvolver a gastronomia brasileira e melhorar a qualidade dos serviços prestados nos bares e restaurantes, o programa está em execução na cidade. É dirigido a empresários, trabalhadores de bares e restaurantes e ao consumidor, que também se beneficia com os resultados. É uma parceria entre o MTur e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). O programa se divide em três ações: Formação de Manipuladores no Local de Trabalho, Alimento Seguro e Festival Brasil Sabor.

Alimento Seguro - O curso já qualificou 213 pessoas em São Paulo e Ilha Comprida, no litoral Sul do estado. Os participantes recebem formação em boas práticas de manipulação de alimentos, aprendendo técnicas de preparo, acondicionamento, armazenamento, transporte, exposição e venda. O objetivo é reduzir os índices de contaminação e desperdício, garantindo qualidade e segurança aos alimentos preparados ao consumo público. O curso é dirigido aos profissionais que trabalham em feiras, bares, restaurantes e meios de hospedagem. Ao final do curso, os participantes recebem certificado assinado pelo MTur e Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Brasil Sabor - Para promover e valorizar a gastronomia brasileira, foi realizado em todo o país o Festival Brasil Sabor 2007, que contou com a participação de 1.528 restaurantes de 25 estados, além do Distrito Federal. No estado de São Paulo participaram 184 restaurantes. As receitas dos principais pratos, criados exclusivamente para o evento, serão publicadas no livro do festival. A principal finalidade é comprovar que a culinária brasileira é hoje um importante diferencial competitivo para o turismo.

Viajar pelo Brasil é Moda - O frio e a névoa de Campos do Jordão, situado na Serra da Mantiqueira, serviram de inspiração para a estilista Cris Barros confeccionar sua coleção. A estilista integra o projeto “Viajar pelo Brasil é Moda”, fruto de parceria entre o MTur e a Associação Brasileira de Estilistas (Abest). O projeto divulga a moda brasileira, inspirada nos destinos turísticos e contribui para fomentar o setor. Vários outros destinos brasileiros, como Lençóis Maranhenses (MA), Trancoso (BA), Ilha do Mel (PR), Recife e Olinda (PE), também serviram de cenários para outros renomados estilistas brasileiros.

Eventos - O programa de Qualificação de Gestores, além da cidade de São Paulo, está em execução em outros 15 municípios do Estado, sendo destinado à formação de gestores integrantes de empresas e entidades promotoras de eventos. O objetivo é desenvolver a estrutura curricular e a metodológica dos cursos de gestão de empresas e entidades promotoras de eventos, interessados em aprimorar a qualidade técnica e o potencial empreendedor. O programa é desenvolvido nos municípios de Ribeirão Preto, Atibaia, Bauru, Campinas, Campos do Jordão, Franca, Guarujá, Guarulhos, Piracicaba, Presidente Prudente, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba.

Artesanato de tradição - Está em fase de implantação no estado um projeto de apoio ao artesanato de tradição para valorizar a cultura local. O plano prevê a instalação dos módulos da cultura e do produto. O módulo da cultura visa a mobilização da comunidade, a inclusão cidadã e a difusão e valorização da cultura. Já o módulo do produto tem como finalidade o aprimoramento técnico e o estabelecimento de uma política de preço.
A proposta pretende fortalecer os grupos de artesãos, com ações que englobem a divulgação dos produtos, a instalação de pontos de artesanato e a realização de exposições. É uma parceria entre o MTur e a ArteSol - Artesanato Solidário. A entidade paulista existe há sete anos e desenvolve 84 projetos em vários estados brasileiros, tendo como objetivo principal a geração de trabalho e renda em localidades com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), por meio da revitalização do artesanato de tradição.

Caminhos do Brasil a seus Pés - O projeto apóia e incentiva associações entre o setor coureiro-calçadista e as atividades turísticas e culturais. Está prevista a criação do Prêmio de Design, denominado “Os Caminhos do Brasil a seus Pés”, para incentivar a criação de calçados inspirados nas diferentes regiões geográficas do país. Além da cidade de São Paulo, o projeto está sendo desenvolvidos nos municípios de Franca, Jaú e Birigui.

Turismo de Aventura - Estruturar e fortalecer o segmento, promovendo iniciativas para o desenvolvimento da sua qualidade, sustentabilidade e segurança. Este programa tem por finalidade propor uma nova maneira de atuação dos empresários e dos profissionais da área, visando a disseminação da cultura de segurança e qualidade na prestação dos serviços oferecidos em vários pólos do país. O turismo de aventura estimula o associativismo entre as empresas do setor e sugere a atuação na prevenção e otimização da capacidade de respostas rápidas e eficientes em caso de incidentes e acidentes.

Também está prevista a criação, com qualificação, de grupos de voluntários de busca e salvamento. Entre as várias atividades do turismo de aventura, destacam-se a caminhada, rafting, rappel e arvorismo. O programa é desenvolvido nos Pólos de Brotas e no Parque Estadual do Alto Ribeira, numa parceria do MTur com a Associação Brasileira das Empresas de Turismo de Aventura (Abeta). O projeto conta com a participação de 133 profissionais do setor.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em