Copa do Mundo: 53% das agências de viagens tiveram queda nas vendas

Nos meses de janeiro a abril, o evento representou somente 1,5% em média das vendas.

  
  

Mesmo com toda a expectativa de aumento da movimentação comercial devido à realização da Copa do Mundo no Brasil, sobretudo no setor de Turismo, 53% das agências de viagens do país tiveram perda nas vendas por causa da Copa.

O dado faz parte do estudo realizado pelo Ipeturis (Instituto de Pesquisas, Estudos e Capacitação em Turismo) a pedido do Sindicato das Empresas de Turismo no Estado de São Paulo (Sindetur-SP) para avaliar o impacto da Copa do Mundo no setor.

Em todo o Brasil, apenas 13% das agências de viagens venderam mais do que o normal. Para os outros 34% o saldo não foi positivo e nem negativo.

No mês de junho as vendas totais do setor de agenciamento caíram 27% em razão da Copa.

“O impacto foi mais negativo nas viagens domésticas. No mês de julho, talvez a queda seja ainda maior”, avalia Eduardo Nascimento, presidente do Sindetur-SP.

No primeiro semestre, 31% das entrevistadas venderam serviços turísticos específicos para a Copa do Mundo, com média de 24 atendimentos por agência.

Em junho, produtos diretamente ligados ao Mundial tiveram participação de apenas 3,9% no total de vendas das Agências de Turismo. Em maio, a média ficou em 2,3%.

Nos meses de janeiro a abril, a Copa representou somente 1,5% em média das vendas. Entre os produtos comercializados: passagens aéreas, hospedagens, pacotes turísticos, locação de veículos e seguro viagens.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Danielle Borges

  
  

Publicado por em