Prestador de serviço turístico legalizado tem benefícios

Visibilidade, facilidade de acesso a linhas de crédito e a cursos de qualificação estão entre os benefícios para os prestadores de serviços turísticos cadastrados no MTur.

  
  

“Mais que um requisito legal, o cadastro junto ao Ministério do Turismo possibilita, aos prestadores de serviços turísticos, maior visibilidade, facilidade de acesso a linhas de crédito e a cursos de qualificação oferecidos pelo ministério.” A explanação foi dada pela coordenadora-geral de Qualificação dos Serviços Turísticos do Ministério do Turismo (MTur), Rosiane Rockenbach, na palestra Ações de Relacionamento com Prestadores de Serviços Turísticos, durante o 30° Congresso Brasileiro de Guias de Turismo (CBGTUR), no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília (DF).

Para Ilse Bruschi, 63 anos, há 12 anos guia de turismo em Santa Maria (RS), “guia que não é cadastrado, não é guia, é ilegal”. A profissional gaúcha conta que se aposentou jovem, então resolveu seguir carreira na área de turismo. “Esse é um campo com o qual tenho bastante afinidade, gosto de conhecer novos lugares e me comunicar com as pessoas”. Bruschi está sempre se atualizando e não perde um congresso. “As palestras, os debates, a oportunidade de trocar figurinhas com guias de outras regiões é bem legal”, ressaltou.

Durante a palestra, Rockenbach disse que, além das ações de cadastro, fiscalização e classificação, o MTur tem intensificado ações de relacionamento, tanto com os prestadores de serviços turísticos como com o público final. “Além das normas legais, temos que trazer o consumidor para o nosso lado e fazer com que ele busque prestadores de serviços cadastrados, pois são mais qualificados e confiáveis”, explicou Rockenbach, para público de cerca de 200 guias de turismo.

Para estimular essa prática, o MTur lançou, em dezembro de 2009, a campanha Viaje Legal. Durante a ação publicitária, que aconteceu de 23 de dezembro de 2009 a 23 de janeiro de 2010, o site com dicas de como evitar problemas e ter uma boa viagem, recebeu mais de 14 mil visitas. O site continua no ar.

Além disso, o MTur conta com ações de campo como o Caminhão Destino Brasil, que visa à divulgação de destinos brasileiros e cadastramento dos prestadores de serviços em 18 cidades do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Trata-se de uma ação piloto prevista para ser realizada em outras regiões do país.

Rockenbach destacou, ainda, que no novo site do Cadastur – que está em construção e com previsão para ser lançado nos próximos meses –, o turista poderá consultar online os prestadores de serviços cadastrados no MTur por atividade, nome e cidade.

O guia de turismo está entre as categorias, cujo cadastro, junto ao MTur, é obrigatório. Hoje, o país conta com mais de 9 mil guias de turismo cadastrados no sistema – www.cadastur.turismo.gov.br. O Rio de Janeiro é a cidade com mais guias cadastrados: 3.365.

Os meios de hospedagem, agências de turismo, transportadoras turísticas, organizadoras de eventos, parques temáticos e acampamentos turísticos também devem, obrigatoriamente, cadastrar-se no sistema do ministério.

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em