Alemanha abre as portas ao turismo sul-americano

Estadias curtas, negócios e um turismo pontual. Esse é o perfil atual do turista brasileiro na Alemanha e o principal desafio do Centro de Turismo Alemão. A entidade quer mostrar ao país tropical que há muito a se conhecer nas terras germânicas. “

  
  

Estadias curtas, negócios e um turismo pontual. Esse é o perfil atual do turista brasileiro na Alemanha e o principal desafio do Centro de Turismo Alemão. A entidade quer mostrar ao país tropical que há muito a se conhecer nas terras germânicas.

“A principal preocupação de quem vai para a Alemanha é a língua. Poucas pessoas sabem que o inglês é a segunda língua do país e que muitos falam também o espanhol”, explica Adriana Martins, nova representante do Centro de Turismo Alemão.

Segundo levantamento realizado, outro ponto de resistência é não conhecer muito bem o que se pode fazer na Alemanha. “Normalmente, quem vai para o país está em viagem de negócios ou está visitando três ou quatro países”, complementa Adriana. Nesse último caso, são valorizados destinos tradicionais como Berlim, a rota romântica e do Reno, além da visita à famosa Oktoberfest.

No entanto, esportes radicais, vilarejos, parques, eventos culturais e uma rica arquitetura e história são parte das diversas opções ao turista sul-americano na Alemanha.

Existem roteiros específicos para o gosto de cada um. Nem todo mundo sabe que é possível descobrir a Alemanha de bicicleta. O roteiro foi tema de uma publicação inteira criada pelo Centro de Turismo Alemão para esse público.

Além das melhores regiões para se percorrer, a entidade disponibiliza dicas como a bicicleta ideal,equipamentos, sistemas de transporte específicos para bagagem dessa natureza, bem como endereços e telefones úteis. Aliás, a organização turísticas é um dos pontos fortes da Alemanha.

“Em nenhum lugar do mundo há tanta informação para facilitar a vida do turista. Inclusive, é possível avaliar quantas “room nights” ocorreram durante o ano em função desse acompanhamento preciso. Até novembro de 2002, foram cerca de 190 mil de brasileiros e 400 mil de sul-americanos”, declara Adriana.

Conheça a diversidade do turismo na Alemanha:

Grandes cidades: a grandiosidade das metrópoles

Cidades pequenas: descobrindo os vilarejos da Alemanha

Feiras e Congressos: o caminho do sucesso

Alemanha para jovens: badalação e esportes radicais

Gastronomia: há mais do que chucrute e salsichas

Spas: relaxamento e saúde nas terras germânicas

Fluvial: roteiros para quem gosta do romantismo das águas

Música: festivais para o público mais exigente

Parques: natureza a toda prova

Bicicleta: mil e um caminhos para quem quer pedalar

Castelos: história e lendas ao seu alcance

Contos de Fadas, Reno e Floresta Negra: os roteiros românticos

Patrimônio Unesco: arquitetura e cultura protegidas para a posteridade

Cursos de Línguas: viajando e aprendendo.

Fonte: LBVA Comunicação

  
  

Publicado por em