Artesãos e confeiteiros gaúchos realizam exposição

Segundo encontro dos dois grupos busca aumentar a comercialização de produtos no município de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul Da ASN/RS Divulgação Salgadinhos de primeira produzidos em Passo Fundo Passo Fundo - O

  
  

Segundo encontro dos dois grupos busca aumentar a comercialização de produtos no município de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul Da ASN/RS Divulgação Salgadinhos de primeira produzidos em Passo Fundo

Passo Fundo - Os 48 empreendedores dos Núcleos de Artesanato e de Confeiteiros de Passo Fundo, município distante 280 quilômetros de Porto Alegre (RS), preparam-se com entusiasmo e muita expectativa para participar do 2º Encontro do Artesão e do Confeiteiro que vai movimentar a cidade nos dias 16, 17 e 18 de março. O local já está escolhido: a Casa de Chá do Bourbon Shopping, na Av. Brasil Leste, 200.

O evento, com entrada gratuita para o público, oferecerá peças de artesanato e produtos de confeitaria das 13h às 21h. A atividade é uma iniciativa do Sebrae no Rio Grande do Sul por meio do Programa Empreender, que orienta e sensibiliza empresas de uma mesma região e de um mesmo setor para a geração de emprego e renda, estimulando o associativismo e o aprimoramento gerencial. A ação tem parceria da Prefeitura de Passo Fundo e da Associação Comercial, Industrial, de Serviços e Agropecuária (Acisa) do município.

O encontro, conforme a facilitadora do Programa Empreender em Passo Fundo, Aline Lohmann, tem como objetivo estimular a comercialização do material confeccionado pelo Núcleo de Artesanato, que reúne 28 participantes, e os produtos do Núcleo de Confeitaria, com 20 empreendedores. “A exposição proporcionará aos integrantes dos dois núcleos maior visibilidade, novos clientes e a possibilidade de abertura de mercados”, destaca.

De acordo com Aline, é uma oportunidade para divulgar os trabalhos dos profissionais e também as ações do Programa Empreender no município. Estarão expostas peças em madeira e vidro, além de esculturas, pinturas em tela e gesso, tricô, crochê e bijuterias. Já o grupo de confeitaria apresentará suas variações de tortas doces e salgadas, salgadinhos, bolos, pães, cucas e trufas.

“Os integrantes dos núcleos estarão uniformizados e disponibilizarão um espaço amplo para a recepção do público, o que agrega valor aos produtos expostos”, lembra a facilitadora. Os grupos vão expor e comercializar seus produtos, sendo que o Núcleo de Confeitaria proporcionará degustações aos visitantes. “É um evento bastante importante para os empreendedores. Teremos a divulgação do encontro em todas as outras cinco unidades do Bourbon Shopping no Estado, o que valoriza o trabalho dos profissionais”, afirma Aline.

Entre as próximas ações do Núcleo de Artesanato, a facilitadora destaca a criação de um ponto comercial fixo para o grupo. “Queremos para este ano a instalação de quiosques nos quais os artesãos possam expor seus produtos individualizados e com segurança para a comunidade”, explica. O grupo de confeitaria, lembra Aline, tem como prioridade executar um projeto que una os integrantes do núcleo e desenvolva ações conjuntas.

A proprietária da confeitaria Tia Ila, Ilamir da Silva, que participa do Núcleo de Confeitaria, está bastante entusiasmada com o encontro. “Estamos organizados e preparados para atender um público diferenciado e maior. Esperamos que tenha bastante procura e que nossos produtos sejam aprovados”, diz a empresária.

Serviço:
Sebrae no Rio Grande do Sul - (51) 3216-5182 e (51) 3216-5123
Atendimento ao Cliente do Sebrae no Rio Grande do Sul - (51) 3216-5006
Sebrae Planalto e Norte do Rio Grande do Sul - (54) 3311-3911

FONTE: SEBRAE

  
  

Publicado por em

Giovana Tiecher dos Santos

Giovana Tiecher dos Santos

10/01/2009 17:16:37
Olá sou artesã e trabalho em casa com pintura em madeira, ainda não fiz exposições pois a concorrência é grande, e sobre o presente, eu acho que é um passo muito importante pois o artesanato em si é muito pouco reconchecido principalmente por aqui não ser uma cidade turistica e muitas vezes a concorrência acaba sendo pelo preço e não pelo trabalho(acabamento, detalhes) do produto,espero que isso ainda melhore para todos terem oportunidades.

MYK

MYK

Estamos sempre a disposição para ajudar a divulgar os trabalhos de todos. Agradeço o comentário e continue com seu trabalho!