Cenário lucrativo - Filmagem de longa metragem aquece economia paraibana

Comerciantes, donos de pousadas, hotéis, restaurantes de Cabaceiras (PB) faturam com as filmagens do longa de Guel Arraes, que seguem até dia 18 de fevereiro Por: Vanessa Brito Brasília - A exótica paisagem rochosa de

  
  

Comerciantes, donos de pousadas, hotéis, restaurantes de Cabaceiras (PB) faturam com as filmagens do longa de Guel Arraes, que seguem até dia 18 de fevereiro

Por: Vanessa Brito

Brasília - A exótica paisagem rochosa de Cabaceiras, município localizado no Cariri paraibano, mais uma vez será cenário de um filme brasileiro. O Lajedo de Pai Mateus, composto pela Pedra do Capacete e as Sacas de Lã, é um dos pontos turísticos mais visitados da Paraíba. Pai Mateus teria sido um ermitão, que viveu nas grutas daquela paisagem cinematográfica, décadas atrás.

Parece que os enormes blocos de pedras esculpidas pelo tempo foram colocados por mãos delicadas no alto do lajedo. O conjunto de esculturas naturais encanta turistas brasileiros, estrangeiros e, também, produtores de filmes, curtas, longas e documentários.

Treze trabalhos em vídeo e cinema já foram rodados na cidade e seus arredores. Entre eles, os longas ‘Auto da Compadecida’ e ‘Cinema, Aspirinas e Urubus’. Dessa vez, o cenário de Cabaceiras foi escolhido pelo cineasta e diretor Guel Arraes como locação de parte de seu próximo longa metragem, O Romance, baseado no clássico da literatura universal, Tristão e Isolda.

As outras locações foram escolhidas no Rio de Janeiro e São Paulo. No elenco, figuram atores consagrados como José Wilker, Marco Nanini, Letícia Sabatella, Andréa Beltrão, Wagner Moura e Vladimir Brichta.

A equipe de produção está na cidade há algumas semanas e as filmagens seguem até o dia 18 de fevereiro. Cerca de cinqüenta moradores da região, entre 18 e 45 anos, foram selecionados para trabalhar como figurantes. Comerciantes, donos de pousadas, hotéis, restaurantes, distribuidores de água, proprietários de imóveis, marceneiros, pedreiros, entre outros, já estão sendo beneficiados pelo longa metragem. O governo do Estado da Paraíba é um dos apoiadores da produção do filme.

“Nossa expectativa é a melhor possível. Toda filmagem aqui gera renda, postos de trabalho para a população e a melhoria do turismo, pois divulga a cidade e atrai mais turistas”, afirma Gilzane Farias, secretária municipal de Turismo de Cabaceiras. “Até hoje, o filme ‘Auto da Compadecida’ traz visitantes à cidade, que querem conhecer as locações onde foram gravadas as cenas”, conta a secretária.

“Recebemos muitos turistas estrangeiros, a maioria da Escandinávia”, revela a secretária. A cidade também tem casario de época bem preservado, que encanta os turistas, acrescenta.

O elenco principal, técnicos e diretor do filme estão hospedados no Hotel Fazenda Pai Mateus. “É muito interessante recebê-los, pois divulgam o local, além de contratar serviços de hospedagem e alimentação”, explica Eduardo Uchoa, proprietário do empreendimento. Oito pessoas foram contratadas para reforçar a equipe do hotel no período das filmagens. Elas trabalham como camareiras, auxiliares de cozinha, garçons, etc.

Aos poucos, alguns moradores de Cabaceiras estão se tornando atores. Geralmente eles participam de cursos de teatro, audiovisual, entre outros, ministrados no município pela produção dos filmes. “Quem sabe, um dia, talentos de Cabaceiras abraçam a carreira e ganham o mundo"”, desafia a secretária municipal de turismo.

Vocação turística

A fundação de Cabaceiras data da segunda metade do século XVII. Localizado na região dos Cariris paraibanos, a 180 quilômetros de João Pessoa e 70 quilômetros de Campina Grande, atualmente o município possui cerca de cinco mil habitantes. As principais atividades econômicas são a produção de artigos de couro e caprinovinocultura.

Segundo a secretária de Turismo, aos poucos, o turismo está se tornando o novo setor produtivo da cidade. “Nosso movimento de turistas ainda não é diário, mas está crescendo”, diz ela. Agências de turismo paulistas e de Campina Grande são as que mais levam visitantes a Cabaceiras.

“O Sebrae é um grande parceiro do nosso turismo”, observa Gilzane. Vários cursos e capacitações da Instituição são promovidos periodicamente na cidade para guias e atendentes de público de hotéis, pousadas, restaurantes, etc.

A maior festa da região, chamada Festa do Bode Rei, realizada anualmente em Cabaceiras, atrai 50 mil pessoas. “O Sebrae na Paraíba trouxe prefeitos de outros estados para conhecer a nossa festa no ano passado”, comenta Gilzane. A nona edição do evento será realizada no período de 1º a 3 de junho próximo.

Caprino e ovinocultores negociam seus plantéis e produtos durante a Festa do Bode Rei. Produtores de derivados de palma (espécie de cactus da caatinga) aproveitam o evento para apresentar novos produtos baseados nas propriedades nutricionais e bioquímicas da planta. “Além de apoiar o turismo e a caprinocultura na região, o Sebrae é uma das instituições que mais ajudam a desenvolver palmacultura”, destaca a secretária.

Serviço:
Sebrae em Campina Grande - (83) 3337-1088
Secretaria Municipal de Turismo de Cabacerias - (83) 3356-1117
Hotel Fazenda Pai Mateus - (83) 9105-1833

Fonte: Agencia SEBRAE

  
  

Publicado por em