Setur / MG participa de seminário de avaliação do turismo em Tiradentes

O objetivo é refletir e avaliar a atividade turística, seus impactos, a evolução socioeconômica, o marketing de destinos turísticos, perspectivas e tendências para Tiradentes.

  
  

A Secretaria de Estado de Turismo de Minas Gerais (Setur-MG) participará neste final de semana (12 e 13) do primeiro de uma série de seminários a ser promovida pelo Instituto Memorial Tiradentes intitulado Problemas e Soluções do Turismo em Tiradentes que, desta vez, terá como tema “A cidade turística – o exemplo de Tiradentes.” O objetivo é refletir e avaliar a atividade turística, seus impactos, a evolução socioeconômica, o marketing de destinos turísticos, perspectivas e tendências para Tiradentes. O evento será no Centro Cultural Yves Alves, nos dois dias, a partir de 9h30.

Para o assessor Especial da Secretaria de Estado de Turismo, Mauro Werkema, “a importância do seminário está em que, pela primeira vez, será avaliada a opção de Tiradentes pelo turismo. O impacto sócio-econômico do turismo, questões positivas e negativas, problemas e suas soluções, serão discutidas pela própria comunidade, operadores de turismo, autoridades municipais. O conhecimento geral será importante para vários outros destinos, que poderão evitar prováveis erros cometidos por Tiradentes. Em resumo: estará em discussão a questão da suportabilidade de um destino turístico importante como Tiradentes”.

Também participarão do seminário, a superintendente de Desenvolvimento e Fomento ao Turismo da Setur-MG, Jussara Rocha, que no sábado (12), às 10 horas, vai proferir palestra sobre o Plano de Marketing Turístico de Minas Gerais. A diretora de Estruturação de Produto da Setur-MG, Fernanda Fonseca, fará sua apresentação no mesmo dia, às 14 horas, com o tema “A cidade turística: análise do caso Tiradentes.” Dentre as presenças confirmadas para o evento está ainda o do ex-ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia.

Destino Indutor

Tiradentes está entre os cinco municípios mineiros escolhidos pelo Ministério do Turismo, num total de 65 municípios em todo o país, como destinos indutores. Estas cidades são trabalhadas na política pública do turismo para tornarem padrão no recebimento do turista internacional e terem capacidade de distribuir o fluxo turístico para outros municípios de seus entornos.

Todas as ações visando tal objetivo são definidas tendo como referência o Estudo de Competitividade realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), que aponta os gargalos e medidas necessárias para melhorar cada um dos destinos. Nos próximos meses, sai o resultado do segundo levantamento da FGV em Tiradentes e demais municípios indutores do MTur em Minas, que são: Belo Horizonte, Ouro Preto, Diamantina e São João del-Rei (referência para estudos de intercâmbio).

Atrativos turísticos

Tiradentes é o destino mais recomendado para quem gosta de conciliar história, cultura e gastronomia. O turista pode pegar a antiga Maria-Fumaça e seguir até São João del-Rei, outra importante cidade histórica, ou conhecer os atrativos, como a Igreja Matriz de Santo Antônio com seus belos altares e Igreja Nossa Senhora do Carmo, andando de charrete. Tiradentes que realiza, anualmente, um dos mais importantes festivais de gastronomia do país, tem inúmeras opções de restaurantes que oferecem as delícias preparadas por renomados chefs de cozinha.

Fonte: Secretaria de Turismo de Minas Gerais

  
  

Publicado por em