`Movimento Brasil` é destaque no I Salão do Turismo

O Instituto de Hospitalidade está presente no I Salão do Turismo, que se realiza entre os dias 1.º e 5 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo, apresentando o Movimento Brasil de Turismo e Cultura. Diamantina foi a cidade escolhida para se inicia

  
  

O Instituto de Hospitalidade está presente no I Salão do Turismo, que se realiza entre os dias 1.º e 5 de junho, no Expo Center Norte, em São Paulo, apresentando o Movimento Brasil de Turismo e Cultura.

Diamantina foi a cidade escolhida para se iniciar o trabalho do Movimento, primeiro projeto inspirado nos conceitos e ideais do Fórum Mundial de Turismo para Paz e Desenvolvimento Sustentável (FMT), cuja base é a utilização do turismo como ferramenta para o crescimento econômico, social, cultural e ambiental de um país.

O Movimento Brasil pretende subsidiar a construção do conceito da Cultura Brasileira da Hospitalidade, ou a maneira de ser e receber – aspecto sempre identificado como grande diferencial turístico do país.

O projeto tem como parceiro executivo o Instituto de Hospitalidade e conta com a estreita e ampla cooperação do Sebrae e dos Ministérios do Turismo, da Cultura, do Meio Ambiente e do Trabalho e Emprego, além de um expressivo elenco de organizações nacionais e locais.

O trabalho consiste em `revisitar` 24 destinos turísticos brasileiros, identificando festas, comemorações e manifestações tradicionais de cada lugar em particular. Até 2006, serão criadas dezenas de novas temporadas turísticas, que formarão um calendário.

Hoje, são sete os destinos com atuação do Movimento: Diamantina (MG), Bonito (MS), Serra Gaúcha/Santa Teresa (RS), Centro Histórico de Salvador (BA), Penedo (AL), Cidade de Goiás (GO), e Aracati (CE).

Destino Diamantina:

Oito atrações turísticas de Diamantina foram identificadas para acentuar a veia turística do município, como o Lendas em Movimento, apresentações teatrais pelas ruas e cenários da cidade com temas do folclore e história local; o Banquete com Chica, revivendo a música, a poesia e as tradições culinárias da época de Chica da Silva, conhecida como a escrava que virou rainha, e o Serestar, encontro de grupos de seresteiros pelas ruas da cidade com o tradicional `pão com queijo` ao final da noitada, entre outros.

Além disso, a atuação do Movimento Brasil resultou na criação da Associação Diamantina Sempre Viva (ADSV), responsável pelo desenvolvimento e sustentação das ações na comunidade.

O primeiro projeto foi o evento `Diamantina Sempre Viva`, realizado em outubro do ano passado, com diversas atrações como um encontro de seresteiros, uma mostra de jóias finas confeccionadas em ouro e coco criadas no século XIX, visitas de `tropeiros` vendendo produtos da roça e do artesanato regional, uma missa gregoriana na Igreja do Carmo, e o Banquete da Chica.

Maria Rita Porto Silva, do conselho diretor da Associação, salienta que o objetivo é aumentar o número de turistas, a taxa de ocupação nos hotéis e pousadas, e viabilizar as atrações próprias da região, sempre com o envolvimento da comunidade.

O projeto `Coco e Ouro`, por exemplo, que valoriza o trabalho de ourivesaria local, iniciado no século XIX, já provocou um verdadeiro `salto` no uso de peças – como brincos, colares e pulseiras , pela população de Diamantina.

`As pessoas começaram a valorizar a sofisticação da ourivesaria local, usando as peças nas solenidades e festas da cidade`, conta.

Instituto de Hospitalidade:

O Instituto de Hospitalidade, criado em 1997, é uma entidade nacional de direito privado, sem fins lucrativos, que atua em parceria com instituições brasileiras e internacionais das áreas de educação, trabalho, cultura, meio ambiente e turismo.

A missão do IH é promover a educação e a cultura da hospitalidade, ou seja, uma nova forma de ver, pensar e agir no setor turístico, capaz de contribuir para o desenvolvimento sustentável do país, além de estimular a preservação da biodiversidade e da diversidade cultural.

Em 2003, o trabalho da instituição ganhou dimensão global, com a criação do Fórum Mundial de Turismo para Paz e Desenvolvimento Sustentável.

Fórum Mundial de Turismo para Paz e Desenvolvimento Sustentável:

Lançado em 2003, o FMT, identificado mundialmente com a marca Destinations, é um movimento contínuo e permanente de promoção do potencial turístico em todo o planeta, por meio do desenvolvimento sustentável (econômico, social, cultural e ambiental) e da busca pela criação de condições para a paz. Com encontros mundiais anuais, o FMT tem parceria de três órgãos da ONU – UNESCO, PNUD e Organização Mundial do Turismo , do Ministério de Turismo do Brasil e da Fundação Turismo para Paz e Desenvolvimento Sustentável. Até 2006, o Brasil será o país-sede do Fórum, que vai realizar seu II Encontro Anual – Destinations2005 – em outubro, no Rio de Janeiro.

Fonte: CDN – Companhia de Notícias

  
  

Publicado por em