9ª Carta de Conjuntura` comenta papel dos Escritórios Brasileiros de Turismo

A análise dos dados mais relevantes da indústria do turismo na primeira quinzena de janeiro de 2004 já está disponível no Portal Brasileiro do Turismo, dentro da seção `Dados e Fatos`. A `9ª Carta de Conjuntura Turística`, produzida pela Diretoria d

  
  

A análise dos dados mais relevantes da indústria do turismo na primeira quinzena de janeiro de 2004 já está disponível no Portal Brasileiro do Turismo, dentro da seção `Dados e Fatos`.

A `9ª Carta de Conjuntura Turística`, produzida pela Diretoria de Estudos e Pesquisas da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), apresenta objetivos e estratégias dos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs) que estão sendo implantados no exterior. Inaugurado em janeiro, o EBT de Lisboa (Portugal) é o primeiro em funcionamento.

Em breve, serão abertos mais cinco escritórios na Europa (Madri, Londres, Paris, Roma e Berlim) e três nos Estados Unidos (Nova York, Washington, Los Angeles).

Os EBTs são unidades avançadas de promoção, marketing e apoio à comercialização dos produtos, serviços e destinos turísticos brasileiros no exterior.

`O objetivo é aumentar o fluxo de turistas internacionais para o país, contribuindo para o esforço de atingir as metas de atração estabelecidas pelo Plano Nacional de Turismo, de 9 milhões de visitantes em 2007`, afirma José Francisco de Salles Lopes, diretor de Estudos e Pesquisas da Embratur

Os turistas internacionais que viajam para Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) – cidades brasileiras mais visitadas por estrangeiros, somando 59,12% do fluxo – são outro ponto analisado pela carta.

De acordo com a `Demanda Turística Internacional 2002`, o item lazer caracteriza-se como o principal motivo da viagem dos turistas do Rio (58,8%), enquanto negócios / congressos fica em primeiro para os visitantes de São Paulo (50,7%).

O documento observa que a concentração de mais da metade dos turistas nessas cidades e a diferença da motivação da viagem oferecem espaço para a promoção de novos destinos turísticos e para o aumento do tempo de permanência no Brasil.

Prêmio :

O trabalho `Políticas, oportunidades e desafios para o binômio transporte aéreo – turismo no Brasil` foi o vencedor do `1º Prêmio de Monografias de Turismo`, promovido pelo Ministério do Turismo, Embratur, FGV (Fundação Getúlio Vargas) e Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

O autor Respício Antônio do Espírito Santo Júnior, do Rio de Janeiro, levou o prêmio de R$ 5 mil. Foram inscritas 129 monografias de todas as regiões do país.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em