Ações e resultados da Embratur em 2003

A Embratur encerra 2003 com indicadores de aumento de passageiros para o Brasil. Dados da Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária) já mostram um crescimento de 12,6% no número de desembarques internacionais entre janeiro e setembro d

  
  

A Embratur encerra 2003 com indicadores de aumento de passageiros para o Brasil. Dados da Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária) já mostram um crescimento de 12,6% no número de desembarques internacionais entre janeiro e setembro deste ano, em relação ao mesmo período de 2002. Não se pode afirmar,contudo, que sejam todos turistas.

Com relação aos vôos charters, o aumento foi de 35,7%, seguramente, todos turistas. Também já existem, pelo menos, 37 novos vôos, entre regulares e charters, para o país, gerados a partir de parceria firmada com a Infraero.

De acordo com o Plano Nacional de Turismo (PNT), lançado pelo presidente Lula em abril deste ano, a meta é alcançar, até 2007, o ingresso de 9 milhões de turistas estrangeiros no Brasil.

Para tanto, a Embratur vem desenvolvendo, desde janeiro, uma série de ações dentro de três grandes eixos - turismo de negócios e eventos, turismo de lazer e incentivos e a construção de uma base de dados confiável do setor - que estão colocando, cada vez mais, o Brasil na vitrine internacional.

Com a criação do Ministério do Turismo, a Embratur passou a cuidar - exclusivamente - da promoção, marketing e apoio à comercialização dos produtos, serviços e destinos turísticos brasileiros no exterior.

Abaixo, resultados das novas estratégias de promoção do país no exterior:

TURISMO DE NEGÓCIOS E EVENTOS

A `Agenda de Promoção Comercial do Turismo Brasileiro no Mercado Internacional 2003 / 2004`,lançada em junho, ampliou para 30 o número de feiras internacionais em que o país está presente.

Neste ano, a Embratur esteve em 24 feiras, com envolvimento de 381 co-expositores e um público geral de 118.765 pessoas. Também dentro de seu calendário de trabalho, a Agenda possibilitou a realização de workshops em Lima (Peru),Lisboa Portugal) e Santiago (Chile). Ao todo, nos três eventos, participaram 109 empresas privadas e 40 órgãos oficiais de turismo, reunindo um público de 744 pessoas - entre agentes e operadores.

O Brasil também vem marcando presença em feiras comerciais de diversos setores. No calendário de turismo de negócios, a Embratur participou, além da Semana Brasileira em Dubai(Emirados Árabes), da `Prêt-a-Porter` (têxtil), em Paris (França), da `JA New York` (jóias), em Nova York (EUA) e da `GDS` (couros e sapatos), em Dusseldorf (Alemanha).

Neste ano, foram captados 11 eventos internacionais, que deverão gerar US$ 15 milhões em divisas. Outros 55 receberam apoio à candidatura pela Embratur e cerca de 160 cartas de apoio foram emitidas pelo órgão.

TURISMO DE LAZER E INCENTIVO

Em feiras e ações promocionais, foram disponibilizados no mercado internacional 11 produtos turísticos brasileiros: Turismo de Incentivo,Aventura, Negócios e Eventos, Ecoturismo, Resorts, Festas e Eventos, Pesca Esportiva, Golfe, Cidades Patrimônio, Sol e Mar e Mergulho.

Também foi criada a `Caravana Brasil` - estratégia de apoio à comercialização desses produtos - que percorreu 15 destinos turísticos, onde os operadores puderam conhecer in loco a infra-estrutura das localidades e dos produtos. No total, as expedições reuniram 95 operadores de receptivo internacional, além de 28 operadores locais.

A Embratur participou da campanha `Sulamérica, muitos destinos, uma grande emoção`,realizada em Lima (Peru), Caracas (venezuela) e Rio de Janeiro (Brasil). O objetivo foi motivar o aumento do fluxo turístico entre os dez países sul-americanos.

ESTUDOS E PESQUISAS

Em janeiro de 2004, será lançado o `Boletim de Conjuntura Turística`, inédito no setor. Através de uma parceria da EMBRATUR com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), trimestralmente será realizada uma sondagem conjuntural da indústria do turismo no Brasil.

A diretoria de Estudos e Pesquisas já vem produzindo quinzenalmente a `Carta de Conjuntura Turística`. Foram seis, até agora. Durante o ano, foram divulgados o `Anúario Estatístico 2002` e o `Estudo da Demanda Turística 2003`.

Na seção `Dados e Fatos` do Portal Brasileiro do Turismo o usuário pode encontrar 210 referências a dissertações e teses sobre turismo, informações sobre 531 instituições de ensino na área e um glossário de turismo com 715 verbetes.

MARKETING

Desenvolvido com as demais unidades do Ministério do Turismo, o Portal Brasileiro do Turismo foi lançado em outubro. O site reunirá, até maio de 2004, o maior volume de dados do turismo brasileiro em um único endereço.

Sob o mote da riqueza da diversidade cultural do Brasil, foi elaborado novo material promocional do país. A Embratur também teve sua identidade visual modernizada.

ESCRITÓRIOS BRASILEIROS DE TURISMO

Estão em fase de implantação nove Escritórios Brasileiros de Turismo (EBT`s), sendo seis na Europa e três nos Estados Unidos. Eles implementarão ações de promoção do turismo brasileiro.Para a América do Sul, foi montada uma equipe em Brasília para coordenar as ações nesse mercado.

PARCERIAS

Todas essas ações só foram possíveis com a parceria dos órgãos oficiais de turismo e das seguintes empresas, entidades e órgãos do governo:

.: APEX
.: BITO
.: BRAZTOA
.: CTI Nordeste
.: FBC&VB
.: FGV
.: IBGE
.: INFRAERO
.: Ministério das Relações Exteriores
.: SEBRAE
.: VARIG

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em