As Cataratas do Iguaçu são uma das Sete Novas Maravilhas da Natureza

O Brasil é o único país com duas maravilhas da natureza na lista. As Cataratas e a Amazônia também são as únicas maravilhas localizadas no Ocidente

  
  

As Cataratas do Iguaçu e a Amazônia estão entre as Sete Novas Maravilhas da Natureza, segundo levantamento preliminar da Fundação New Seven Wonders divulgado na página da entidade promotora do concurso, nesta sexta-feira, às 17h07 (horário de Brasília).

A lista é composta ainda pela Baía Ha Long (Vietnã), Jeju-do (Coreia do Sul), Komodo (Indonésia), Rio subterrâneo de Porto Princesa (Filipinas), e Table Mountain (Montanha da Vida), na África do Sul.

O resultado saiu nove horas depois do encerramento da votação (às 9h11 de hoje) e foi recebido na fronteira do Brasil com a Argentina como uma vitória de final de Copa do Mundo.

O Comitê Local de Apoio à Candidatura das Cataratas comemorou com festa o título. O governador da província argentina de Misiones (estado), Maurice Fabián Closs, conclamou a população para participar de uma queima de fogos na Ponte da Fraternidade, que liga Foz do Iguaçu a Puerto Iguazú, depois das 18h30.

No Brasil, os organizadores do Vote Cataratas convocaram a imprensa para uma coletiva, no Hotel Rafain Centro, para comentar o resultado. Para o coordenador do Comitê, o jornalista Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social de Itaipu, “essa vitória deve ser comemorada por brasileiros e argentinos. É um reconhecimento do mundo, do planeta, a uma das belezas mais impressionantes da natureza”.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, comemorou o resultado da votação e fez questão de agradecer a todos, moradores da região ou não, que reservaram um pouco de seu tempo para votar nas Cataratas como uma das Nova Sete Maravilhas da Natureza. Segundo ele, a eleição confirma o que todos já sabiam: que o principal atrativo da tríplice fronteira é, senão o primeiro, um dos destinos mais belos do planeta. “Aquilo que já era de direito, conquistamos também no voto”, afirmou.

Samek destacou também que o turismo é o grande negócio do século 21 – “uma indústria sem chaminé” – e que a divulgação é sua principal matéria-prima. E é justamente a visibilidade do atrativo um dos principais benefícios que a votação da New Seven Wonders traz para a região.

“De nada adianta você ter o melhor destino e não receber bem, não ter infraestrutura para poder bem acomodar”, observou. “E graças a Deus estamos caminhando numa direção correta de aliar o destino, que é uma maravilha, com uma infraestrutura que a cada dia está melhor”.

Curiosidades:

O Brasil é o único país com duas maravilhas da natureza na lista. As Cataratas e a Amazônia também são as únicas maravilhas localizadas no Ocidente e ambas são compartilhadas por mais de um país. No caso, as Cataratas estão na fronteira do Brasil com a Argentina. Já a Amazônia reúne o Brasil, a Bolívia, a Colômbia, o Equador, a Guiana, a Guiana Francesa, o Peru, o Suriname e a Venezuela.

Resultado parcial:

O resultado parcial leva em consideração a primeira contagem de votos. Segundo a New Seven Wonders, é possível que haja mudanças entre os vencedores provisórios. A lista preliminar é em ordem alfabética, não por qualquer posição ou ranking.

O cálculo de votação está sendo checado agora, validado por uma verificação independente (da New Seven Wonders) e os ganhadores confirmados serão anunciados no início de 2012, durante a cerimônia oficial de premiação.

Repercussão:

O título deve garantir mais divulgação do turismo do Destino Iguaçu em todo o mundo e, por consequência, um incremento em toda a economia local. Para o secretário de Turismo, Felipe González, o que ficou mais marcado nessa campanha Vote Cataratas foi o poder de mobilização dos brasileiros e argentinos em prol do atrativo. “Demonstra respeito ao meio ambiente e ao turismo”, destacou.

Para Enio Eidt, presidente do Iguaçu Convention & Visitor Bureau, o comitê e a Itaipu estão de parabéns pelo empenho. “Foi uma dedicação integral. Os grandes vitoriosos dessa ação são a população da região das três fronteiras”.

O presidente do Sindhotéis, Carlos Silva, afirma que a eleição das Cataratas demonstra o potencial do Destino Iguaçu. “É uma conquista que deve ser dividida entre brasileiros e argentinos”, avalia. O diretor do Instituto Chico Mendes, que administra o Parque Nacional do Iguaçu, Jorge Pegoraro, agradeceu à população que declarou seu amor às Cataratas. “Só temos de agradecer o envolvimento de cada um. Todos estão de parabéns por essa grande conquista”.

Histórico:

A eleição para as Novas Sete Maravilhas da Natureza teve início em 2007, com a participação de 440 atrações de 200 países e territórios. O Comitê Vote Cataratas foi formado para alavancar votos para o atrativo. Após duas etapas, que envolveram voto popular e a seleção de especialistas, as Cataratas do Iguaçu conquistaram uma vaga entre as 28 finalistas.

Mobilização:

A campanha Vote Cataratas foi abraçada por artistas, jornalistas, intelectuais e a imprensa de todo Brasil. No Paraná, o governador Beto Richa, deputados e vários outros políticos manifestaram apoio à eleição da atração.

Os cantores Daniel e Zezé Di Camargo e o apresentador Carlos “Ratinho” Massa também gravaram vídeos pedindo votos para o cartão postal brasileiro e argentino.

Também foram feitas várias ações de mídia, como a travessia do alpinista Waldemar Niclevicz sobre as Cataratas do Iguaçu usando uma tirolesa. Antes disso, o dirigível da Fundação New Seven Wonders fez um sobrevoo nas quedas. Essas imagens percorreram o mundo inteiro.

O concurso promovido pela Fundação New 7 Wonders, da Suíça, foi feito nos mesmos moldes da disputa que consagrou o Cristo Redentor como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo Moderno criadas pelo homem.

As Cataratas do Iguaçu e a Amazônia estão entre as Sete Novas Maravilhas da Natureza, segundo levantamento preliminar da Fundação New Seven Wonders divulgado na página da entidade promotora do concurso, nesta sexta-feira, às 17h07 (horário de Brasília).

A lista é composta ainda pela Baía Ha Long (Vietnã), Jeju-do (Coreia do Sul), Komodo (Indonésia), Rio subterrâneo de Porto Princesa (Filipinas), e Table Mountain (Montanha da Vida), na África do Sul.

O resultado saiu nove horas depois do encerramento da votação (às 9h11 de hoje) e foi recebido na fronteira do Brasil com a Argentina como uma vitória de final de Copa do Mundo.

O Comitê Local de Apoio à Candidatura das Cataratas comemorou com festa o título. O governador da província argentina de Misiones (estado), Maurice Fabián Closs, conclamou a população para participar de uma queima de fogos na Ponte da Fraternidade, que liga Foz do Iguaçu a Puerto Iguazú, depois das 18h30.

No Brasil, os organizadores do Vote Cataratas convocaram a imprensa para uma coletiva, no Hotel Rafain Centro, para comentar o resultado. Para o coordenador do Comitê, o jornalista Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social de Itaipu, “essa vitória deve ser comemorada por brasileiros e argentinos. É um reconhecimento do mundo, do planeta, a uma das belezas mais impressionantes da natureza”.

O diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, comemorou o resultado da votação e fez questão de agradecer a todos, moradores da região ou não, que reservaram um pouco de seu tempo para votar nas Cataratas como uma das Nova Sete Maravilhas da Natureza.

Segundo ele, a eleição confirma o que todos já sabiam: que o principal atrativo da tríplice fronteira é, senão o primeiro, um dos destinos mais belos do planeta. “Aquilo que já era de direito, conquistamos também no voto”, afirmou.

Samek destacou também que o turismo é o grande negócio do século 21 – “uma indústria sem chaminé” – e que a divulgação é sua principal matéria-prima. E é justamente a visibilidade do atrativo um dos principais benefícios que a votação da New Seven Wonders traz para a região.

“De nada adianta você ter o melhor destino e não receber bem, não ter infraestrutura para poder bem acomodar”, observou. “E graças a Deus estamos caminhando numa direção correta de aliar o destino, que é uma maravilha, com uma infraestrutura que a cada dia está melhor”.

Curiosidades:

O Brasil é o único país com duas maravilhas da natureza na lista. As Cataratas e a Amazônia também são as únicas maravilhas localizadas no Ocidente e ambas são compartilhadas por mais de um país. No caso, as Cataratas estão na fronteira do Brasil com a Argentina. Já a Amazônia reúne o Brasil, a Bolívia, a Colômbia, o Equador, a Guiana, a Guiana Francesa, o Peru, o Suriname e a Venezuela.

Resultado parcial:

O resultado parcial leva em consideração a primeira contagem de votos. Segundo a New Seven Wonders, é possível que haja mudanças entre os vencedores provisórios. A lista preliminar é em ordem alfabética, não por qualquer posição ou ranking.

O cálculo de votação está sendo checado agora, validado por uma verificação independente (da New Seven Wonders) e os ganhadores confirmados serão anunciados no início de 2012, durante a cerimônia oficial de premiação.

Repercussão
O título deve garantir mais divulgação do turismo do Destino Iguaçu em todo o mundo e, por consequência, um incremento em toda a economia local. Para o secretário de Turismo, Felipe González, o que ficou mais marcado nessa campanha Vote Cataratas foi o poder de mobilização dos brasileiros e argentinos em prol do atrativo. “Demonstra respeito ao meio ambiente e ao turismo”, destacou.

Para Enio Eidt, presidente do Iguaçu Convention & Visitor Bureau, o comitê e a Itaipu estão de parabéns pelo empenho. “Foi uma dedicação integral. Os grandes vitoriosos dessa ação são a população da região das três fronteiras”.

O presidente do Sindhotéis, Carlos Silva, afirma que a eleição das Cataratas demonstra o potencial do Destino Iguaçu. “É uma conquista que deve ser dividida entre brasileiros e argentinos”, avalia. O diretor do Instituto Chico Mendes, que administra o Parque Nacional do Iguaçu, Jorge Pegoraro, agradeceu à população que declarou seu amor às Cataratas. “Só temos de agradecer o envolvimento de cada um. Todos estão de parabéns por essa grande conquista”.

Histórico
A eleição para as Novas Sete Maravilhas da Natureza teve início em 2007, com a participação de 440 atrações de 200 países e territórios. O Comitê Vote Cataratas foi formado para alavancar votos para o atrativo. Após duas etapas, que envolveram voto popular e a seleção de especialistas, as Cataratas do Iguaçu conquistaram uma vaga entre as 28 finalistas.

Mobilização
A campanha Vote Cataratas foi abraçada por artistas, jornalistas, intelectuais e a imprensa de todo Brasil. No Paraná, o governador Beto Richa, deputados e vários outros políticos manifestaram apoio à eleição da atração. Os cantores Daniel e Zezé Di Camargo e o apresentador Carlos “Ratinho” Massa também gravaram vídeos pedindo votos para o cartão postal brasileiro e argentino.

Também foram feitas várias ações de mídia, como a travessia do alpinista Waldemar Niclevicz sobre as Cataratas do Iguaçu usando uma tirolesa. Antes disso, o dirigível da Fundação New Seven Wonders fez um sobrevoo nas quedas. Essas imagens percorreram o mundo inteiro. O concurso promovido pela Fundação New 7 Wonders, da Suíça, foi feito nos mesmos moldes da disputa que consagrou o Cristo Redentor como uma das Novas Sete Maravilhas do Mundo Moderno criadas pelo homem.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: Itaipu

  
  

Publicado por em