Brasil chega á IMEX como um dos maiores destinos turísticos do mundo

O Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), participa esta semana, em Frankfurt (Alemanha), da IMEX (The Worldwide Exhibition for Incentive Travel, Meetings and Events), uma das maiores feiras de Eventos, Negócios e In

  
  

O Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), participa esta semana, em Frankfurt (Alemanha), da IMEX (The Worldwide Exhibition for Incentive Travel, Meetings and Events), uma das maiores feiras de Eventos, Negócios e Incentivo do mundo. A partir do dia 30, até 1 de junho, a delegação brasileira, composta por 33 co-expositores, vai promover a qualidade e a infra-estrutura do País para sediar eventos internacionais de variados portes, bem como receber turistas destes segmentos.

O presidente da Embratur, Eduardo Sanovicz, a diretora de Turismo de Negócios e Eventos, Jeanine Pires, a consultora do EBT (Escritório Brasileiro de Turismo) para Alemanha e Escandinávia, Karin de Carvalho, e a gerente de Turismo de Eventos, Flávia Malkine, estarão presentes.

O Brasil participa desta terceira edição da IMEX como um dos principais destinos para eventos no mundo. De acordo com relatório final da ICCA (International Congress and Convention Association), divulgado no dia 26 de maio, o Brasil ganhou seis posições e aparece na 8ª colocação no ranking de países por número de participantes, com um total de 130.265 pessoas (entre estrangeiros e brasileiros) nos eventos que sediou em 2005.

Já no ranking de países por número de eventos internacionais realizados, o Brasil ocupa o 11º lugar. Foram 145 encontros em 32 cidades brasileiras. A ICCA é a principal entidade internacional do setor de eventos.

O País se manteve como o melhor colocado entre os sul-americanos. Nas Américas, apenas apenas os Estados Unidos tem melhor colocação. Para o presidente da Embratur, Eduardo Sanovicz, a presença no TOP 10 cria um círculo virtuoso.

“Quanto mais recebemos eventos, mais visibilidade ganhamos com os tomadores de decisão em todo o mundo e menos custo teremos com investimentos na captação de eventos. Em ano de Copa do Mundo, o Brasil entrou no time titular entre os principais players mundiais no segmento de eventos internacionais”, comenta Sanovicz, que na última edição da IMEX foi premiado pela organização da feira como o “Melhor Profissional 2004/2005 das Américas”.

A agenda da Embratur já está praticamente lotada para os três dias da IMEX, com cerca de 40 encontros pré-agendados. Este é um dos diferenciais da feira. “Nestas reuniões, enfocamos a infra-estrutura das cidades brasileiras para sediar eventos, inserindo a diversidade da nossa cultura e do patrimônio natural como valor agregado”, explica Flávia.

Desde 2003, por meio dessa gerência, o Instituto vem atuando diretamente no apoio à captação e à promoção de eventos internacionais para o Brasil.

Repetindo a boa experiência da edição passada, o Brasil volta a ser o tema do espaço de encontro do pavilhão da feira (coffee shop). O espaço, localizado em frente ao estande brasileiro, estará decorado com as cores da Marca Brasil, sendo mais uma forma de promover o destino. E esquentando o clima de Copa do Mundo, a atleta brasileira recordista do Guinness Book em controle de bola (embaixadinhas), Cláudia Martini, fará exibições no estande verde-amarelo, que conta com 304 metros quadrados. Todas as ações são orientadas pelo Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional, estudo que dá as bases para a promoção do Brasil no exterior.

RANKING :

Quatro capitais brasileiras aparecem no relatório da ICCA. São elas: Rio de Janeiro (RJ); São Paulo (SP); Salvador (BA) e Porto Alegre (RS), sendo que essa última é listada apenas no ranking por número de participantes. O Rio se destaca como o destino que mais recebe eventos em toda a América, à frente de qualquer cidade norte-americana.

Já Salvador ganha cada vez mais importância no segmento de eventos na medida em que é listada pela primeira vez. Os eventos considerados pela ICCA seguem os seguintes critérios: itinerante por pelo menos três países, com periodicidade fixa e mínimo de 50 participantes.

Os TOP 10 no mundo por eventos realizados, na ordem, são: Estados Unidos (376 eventos), Alemanha (320), Espanha (275), Reino Unido (270), França (240), Holanda (197), Itália (196), Austrália (164), Áustria (157) e Suíça (151). Já por número de participantes, o Brasil é apenas superado por: Estados Unidos (388.659), França (195.516), Alemanha (182.146), Itália (168.904), Canadá (166.511), Reino Unido (144.637) e Espanha (132.168).

Fonte: Embratur

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em