Brasil e EUA devem aumentar cooperação , afirmou o embaixador John Danilovich

O embaixador dos EUA no Brasil John Danilovich, afirmou na segunda-feira,17/1, que o dois países devem aumentar os esforços para compartilhar informações, métodos, técnicas preventivas e experiências contra o terrorismo. A afirmação foi feita durante cole

  
  

O embaixador dos EUA no Brasil John Danilovich, afirmou na segunda-feira,17/1, que o dois países devem aumentar os esforços para compartilhar informações, métodos, técnicas preventivas e experiências contra o terrorismo. A afirmação foi feita durante coletiva concedida à imprensa na sede Prefeitura de Foz do Iguaçu.

Durante a entrevista, o diplomata elogiou as belezas das Cataratas do Iguaçu e comentou sua visita de cinco dias à tríplice fronteira(Brasil, Paraguai e Argentina).

“É emocionante, além das expectativas. Em toda minha vida eu escutei falar sobre Iguaçu, mas agora teve a oportunidade de conhecer com a família (a esposa Irene e os filhos Alice e Alex)”, afirmou.

Também classificou o conjunto de 275 quedas d´água como um “grande presente que Deus a Foz”. Definiu ainda a Itaipu Binacional como “outro presente, da genialidade humana”.

A visita as Cataratas do Iguaçu no lado brasileiro aconteceu no sábado, 15; no lado argentino, no domingo; e à maior usina do mundo, nesta segunda. No sábado, ele
disse à Agência Front que as Cataratas são de “tirar o fôlego”.

A entrevista foi concedida após uma reunião com o prefeito de Foz, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT). Nos 25 minuto da coletiva, muitas perguntas giraram em torno das relações dos governos estadunidense e brasileiro. Sobre a
preocupação dos EUA com a segurança na região, Danilovich disse acreditar no Diálogo Antiterrorismo 3+1, mecanismo criado em 2002, com Brasil, Argentina e Paraguai, mais EUA, para aumentar a cooperação contra o terrorismo.

O instrumento, segundo ele, tem direcionado as atenções para as movimentações financeiras. “É o nosso entendimento que a questão financeira, devido ao seu caráter de grande informalidade, possa dar uma espécie de oportunidade financeira que possa ser usada para o financiamento de ações terroristas”.

Danilovich disse ainda que a estada da comitiva na tríplice fronteira é uma “viagem para aprender, tomar conhecimento dos problemas, saber quais são os problemas”.

Em sua opinião, é preciso combater a informalidade da região, que poderia encorajar e incentivar o financiamento ao terrorismo. Integram ainda a comitiva o cônsul geral em São Paulo, Patrick Duddy, e membros da Embaixada dos EUA em Brasília. A viagem termina hoje, 18/1.

Nesta terça-feira, o diplomata deve visitar Ciudad del Este (Paraguai ) e ter uma reunião com o delegado da Receita Federal, José Carlos Araújo. Conforme o norte-americano, a agenda atende aos interesses dos EUA para ajudar a região a combater atividades ilícitas.

Além do diplomata, outros representantes da Casa Branca se manifestaram sobre região. O secretário para a Coordenação Antiterrorista do Governo dos EUA, Coffer Black;o secretário de Estado Colin Powell; o secretário-executivo do Comitê Interamericano Contra o Terrorismo, da OEA, Steven Moblatt; e pela ex-embaixadora dos EUA no Brasil, Donna J. Hrinak, já afirmaram publicamente que a área trinacional não abriga terroristas.

Prefeito de Foz diz que é“momento é histórico”

O prefeito de Foz do Iguaçu, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), destacou a importância do encontro. “Nós estamos vivendo um momento histórico. Nós tivemos hoje a honra de receber o embaixador John Danilovich.

Ele veio com disposição, não de dizer que aqui é região de contrabando, de pirataria, de terrorismo, mas veio com a disposição de um país irmão que veio nos ajudar”, afirmou o prefeito.

Mac Donald fez questão de frisar que o diplomata tomou conhecimento da Agenda 19 (documento que sugere oportunidades de fomento e a construção de um processo industrial essencial para o desenvolvimento econômico e social da tríplice fronteira).

“Ele (embaixador) se dispôs a analisar com profundidade e se colocar a disposição dos governos brasileiro, paraguaio e argentino para uma participação conjunta”, completou o prefeito.

Fonte: Agência Front

  
  

Publicado por em