Brasil e Japão assinam acordo num total de US$4 milhões para promoção do turismo

Na terça-feira, dia 23 de novembro, o Ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia e o coordenador geral de cooperação técnica do Japão no Brasil, Hyogen Komatsu, assinaram o Projeto de Promoção Turística do Mercosul. Representantes da JICA (Japan Int

  
  

Na terça-feira, dia 23 de novembro, o Ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia e o coordenador geral de cooperação técnica do Japão no Brasil, Hyogen Komatsu, assinaram o Projeto de Promoção Turística do Mercosul.

Representantes da JICA (Japan International Cooperate Agency), órgão máximo do turismo japonês estiveram em Brasília nas últimas semanas, reunindo-se com representantes do Ministério do Turismo e da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) para discutir a promoção turística do Mercosul no Japão.

O governo japonês vai investir US$ 4 milhões para um período de três anos, incentivando os japoneses a visitarem o Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai e apoiando a abertura de um escritório de turismo representando o bloco no Japão.

A comitiva também foi para o Paraguai, Argentina e Uruguai, para discutir o mesmo processo com cada um desses países. Atualmemte, o foco é na capacitação dos profissionais de turismo da região para que possam receber visitantes japoneses de acordo com seu perfil e exigências.

Um consultor está pesquisando possíveis roteiros nos países para sugerir a formatação de pacotes a profissionais de turismo. Após os três primeiros anos, o investimento no projeto será feito exclusivamente pelos países do Mercosul.

A meta até 2007 é aumentar para cem mil o número de japoneses que visitam o Brasil, gerando divisas em torno de US$ 500 milhões.

`Cerca de 45 mil japoneses viajam ao Mercosul por ano, 90% dos quais vêm ao Brasil. Se este número dobrar nos próximos anos, nós já ficaremos felizes`, afirmou o chefe da missão japonesa, Satoru Kohiyama.

Para ele, o envolvimento da iniciativa privada neste projeto é fundamental, e que os profissionais estejam preparados para receber os visitantes japoneses. O turista japonês é o que mais gasta no mundo. São US$ 190 por dia no país visitado.

O novo escritório irá desenvolver destinos turísticos que mais se enquadrem no perfil de turistas japoneses nos países do Mercosul e produzir material turístico promocional.

Além disso, o escritório irá treinar guias brasileiros, uruguaios, paraguaios e argentinos para tratarem de maneira adequada o turista japonês, sinalização em japonês será instalada nas principais cidades do Mercosul, entre outras medidas.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em