Brasil é principal destino de longa distância para alemães

A edição de julho da Touristik Report , conceituada revista de turismo da Alemanha há mais de 20 anos , coloca o Brasil como o país mais visitado pelos turistas alemães dentre os novos destinos de longa distância com maior procura. Anualmente, são mais de

  
  

A edição de julho da Touristik Report , conceituada revista de turismo da Alemanha há mais de 20 anos , coloca o Brasil como o país mais visitado pelos turistas alemães dentre os novos destinos de longa distância com maior procura. Anualmente, são mais de 315 mil alemães visitando destinos nacionais.

O Brasil fica à frente de países da América Latina, como México (270 mil) e Cuba (143 mil). Segundo os dados da publicação, o País apresenta estatística superior, por exemplo, à África do Sul e Canadá, com cerca de 240 e 300 mil turistas alemães recebidos por ano, respectivamente.

Os dados apresentam, ainda, a maior diversidade de produtos turísticos e melhores conexões aéreas como fatores de crescimento do interesse do turista alemão. Dentre seus principais interesses estão o segmento de Sol & Mar, os pacotes “Descubra Brasil” e as viagens de estudos específicos.

Para a executiva responsável pelo EBT (Escritório Brasileiro de Turismo) do Ministério do Turismo na Alemanha, Karin Luize de Carvalho, a reportagem aponta resultado do trabalho na promoção e divulgação e apoio à comercialização dos produtos nacionais junto aos agentes e operadores estrangeiros, bem como a consolidação da imagem do País como um mercado em expansão e um destino com excelência em turismo.

Há quase um ano na Alemanha, por meio da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) e em parceria com a FBC&VB (Federação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux), o EBT trabalha pela inserção do Brasil como destino internacional ainda mais competitivo no país.

“Ficamos muito felizes com esse resultado. Trabalhamos para que, cada vez mais, os agentes de viagens conheçam e sintam-se seguros para falar sobre o destino Brasil e a qualidade de seus produtos turísticos”, comemora a executiva.

O texto destaca ainda as perspectivas dos grandes operadores alemães em relação ao Brasil, com o aquecimento das vendas e abertura daquele mercado para a oferta de produtos turísticos diversificados, utilizando o conceito de “Brasil, terra do sol”, com outros destinos além dos já conhecidos ícones do País.

Já existem parcerias do Escritório com as maiores operadoras do mercado, como Neckermann/Thomas Cook, Dertour, TUI e Gebeco.

De acordo com o artigo, essa última já apresentou um crescimento nas vendas no primeiro semestre deste ano de 20% em relação a 2004.

A partir do próximo dia 18, o EBT Alemanha apoiará o treinamento para cerca de mil agentes de viagens da Thomas Cook, em 12 cidades da Alemanha.

O objetivo é fornecer material de suporte, apresentar a versatilidade do turismo no Brasil, promovendo segurança e prática nas vendas dos produtos nacionais, além de aumentar o fluxo de turistas alemães e incrementar as relações entre Brasil e Alemanha no mercado do turismo, gerando novos negócios para o setor.

EBTs :

Em 2004, o Ministério do Turismo, por meio da EMBRATUR e em parceria com a FBC&VB, abriu unidades avançadas de promoção do Brasil no exterior. Além da Alemanha, Portugal (Lisboa), França (Paris), Reino Unido (Londres) e Itália (Milão) têm representações.

Existem ainda Escritórios nos Estados Unidos (Nova York), um para a América do Sul sediado em Brasília (DF) e outro dedicado à promoção conjunta dos países do Mercosul no Japão (Tóquio), em parceria com a JICA (sigla em inglês para Agência de Cooperação Internacional do Japão).

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em