Caravana Brasil abre caminho para a promoção do Piauí no exterior

A Caravana Brasil, projeto do Ministério do Turismo (MTur), executado pela gerência de Apoio à Comercialização da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), visitou, entre os dias 05 e 09 de abril, o Estado do Piauí. Foi recebida pelo governador Wellingt

  
  

A Caravana Brasil, projeto do Ministério do Turismo (MTur), executado pela gerência de Apoio à Comercialização da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), visitou, entre os dias 05 e 09 de abril, o Estado do Piauí. Foi recebida pelo governador Wellington Dias, no palácio do Karnak, na capital Teresina.

Presidente da Piemtur, José do Patrocínio; gerente de Apoio à Comercialização da EMBRATUR, Jurema Monteiro; e governador do Piauí, Wellington Dias.

O roteiro da viagem contou com visita ao Parque das Sete Cidades, o Delta do Paranaíba e Teresina. Na delegação, viajaram 10 operadores de receptivo internacional que vendem destinos de Sol e Praia, Cultura, Ecoturismo e Turismo de Aventura e dois jornalistas especializados em turismo, além de representantes da Embratur, Mtur e Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária).

O governador ressaltou que a caravana é uma grande oportunidade para mostrar que o Piauí não é um dos estados pouco desenvolvidos do País. `Entre as indústrias que cresceram muito está a do turismo. Além das belezas naturais, Teresina é um centro de excelência em atendimento médico. Em decorrência disso a nossa rede hoteleira se desenvolveu bastante para hospedar médicos e pacientes de estados vizinhos`.

A opinião foi compartilhada pelos operadores que, de forma geral, se surpreenderam com a beleza e qualidade dos destinos e equipamentos visitados.

Um dos objetivos da caravana é fazer com que os visitantes deixem sugestões para que, tanto o receptivo local quanto os administradores de hotéis e equipamentos se adequem ao padrão internacional. Para Francisco de Barros, concessionário do hotel do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que funciona dentro do Parque das Sete Cidades, entre os municípios de Piripiri e Piracuruca, as opiniões são muito bem-vindas.

`São detalhes que escapam a nós, como por exemplo o chuveiro elétrico, que ninguém usa nesta região devido ao calor, mas é um hábito da maioria dos visitantes. Além disso, estamos treinando nossos funcionários, incentivando cursos de inglês, entre outras coisas. Queremos atender estas questões de pronto. Com isso todas as comunidades do entorno se beneficiarão com geração de empregos diretos e indiretos`, disse.

Com relação aos empregos indiretos, a coordenadora do parque, Márcia Regina de Alencar, ressaltou a importância dos visitantes. `O fluxo de turistas demanda a venda de artesanato, a educação ambiental a partir da comunidade, enfim, o desenvolvimento sustentável como um todo`. O prefeito de Teresina, Sílvio Mendes, disse que a cidade recebe a Caravana de coração aberto e aguarda as sugestões dos operadores. `O que vocês disserem a gente realiza`, prometeu.

Para Renata Idargo, supervisora de atendimento da Freway Brasil, operadora especializada em Ecoturismo, as coisas mudaram muito nos últimos anos na região. `Nós paramos de comercializar o parque há cerca de quatro anos por conta dos problemas. Durante esta viagem percebi uma grande melhora nos serviços e equipamentos. Percebo uma dificuldade muito grande com a divulgação do local. Nem o Brasil conhece o Piauí, que tem coisas únicas, como os sítios arqueológicos`, exemplificou.

A divulgação também foi abordada por José Roberto Costa, diretor da Blumar, uma das maiores operadores de receptivo internacional do Brasil.

`O delta do rio Parnaíba e os Lençóis Maranhenses são muito semelhantes, no entanto um é conhecido e o outro não. É preciso uma promoção adequada`.

O Piauí recebeu, em 2005, do programa de verbas promocionais para os estados, por meio dos fóruns estaduais de turismo e executado pela diretoria de Marketing da Embratur, cerca de R$ 177 mil. O presidente da Piauí Turismo (Piemtur), José do Patrocínio Paes Landim, conta que a verba anual de promoção turística dentro do orçamento do Estado é muito menor, não chega a R$ 150 mil.

“Com o dinheiro do fórum estadual fizemos uma boa folheteria. Em decorrência da sua distribuição trabalhamos no final daquele ano com lotação máxima em vários lugares. No geral tivemos crescimento em torno de 20% no movimento de turistas. Estamos muito animados com a possibilidade de colocar o Piauí nas prateleiras internacionais e a visita da caravana é primordial para isso`.

A opinião de Paes Landim é compartilhada por Carlos Alberto Teles, secretário de turismo de Parnaíba, portão de entrada do Delta, que recebeu a caravana com banda de música.

`A prefeitura tem o turismo como atividade prioritária e a visita da caravana nos abre uma perspectiva muito grande no exterior`.

Quem também ficou entusiasmado com as possibilidades que se abriram durante uma rodada de negócios - entre os participantes e profissionais locais , em Parnaíba foi o operador de receptivo local Marcos Fonteles, diretor geral da Ecoadventure. Ele acredita que com a formação de roteiros integrados entre o Ceará e o Maranhão, o Piauí passará a receber muitos estrangeiros também.

`A impressão que tive foi que as operadoras se empolgaram com o nosso produto. Precisamos de vôos regulares, qualificação e maior divulgação, mas creio que começamos a caminhar`. Os roteiros integrados também foram sugeridos por Bernardo Gontijo, presidente da Belo International Tours, especializada em viagens para intercambistas.

`O Piauí entra num nicho bem específico de Ecoturismo misturado com Cultura e Sol e Praia que pega direto o meu público, que é jovem. Já imaginei um roteiro de 4 X 4 vindo de Jericoacoara até São Luís passando por aqui. Tenho certeza que vou negociar o Piauí com os intercambistas`, afirmou.

Para Jurema Monteiro, gerente de Apoio à Comercialização da Embratur e coordenadora do projeto Caravana Brasil, o programa passa por muitas melhorias e esta visita foi prova disso. Hoje há muito mais sinergia com as ações do MTur e as secretarias estaduais.

`A Ecoadventure, que atua no Piaui, por exemplo, também já havia participado do projeto Excelência em Turismo do MTUR e da Embratur, onde receptivos locais vão conhecer práticas de excelência ao redor do mundo. Fomos bem recebidos em todas as cidades por todos os representantes do poder público e os profissionais locais. Os operadores se surpreenderam com os destinos e equipamentos e ao mesmo tempo fizeram várias sugestões que foram bem recebidas`, comemorou.

A Caravana Brasil é uma das atividades da agenda de promoção do Brasil no exterior. No formato de viagem de familiarização para operadores, o projeto acontece desde 2003. Até agora, já foram realizadas 63 viagens, com cerca de 600 participantes, entre operadores de turismo e imprensa. A lista completa, bem como todas as informações a respeito podem ser acessadas em seu site.

Fonte: Embratur

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em