Caravana Brasil atendeu 212 operadores no primeiro semestre

Um roteiro passando por Alagoas e Sergipe foi o destino da última edição do primeiro semestre de 2005 do projeto Caravana Brasil, desenvolvido pelo Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). As 18 expedições realiza

  
  

Um roteiro passando por Alagoas e Sergipe foi o destino da última edição do primeiro semestre de 2005 do projeto Caravana Brasil, desenvolvido pelo Ministério do Turismo, por meio da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

As 18 expedições realizadas no período passaram por 13 estados e mais de 50 municípios. Ao todo, 212 operadores de turismo, entre nacionais e estrangeiros, puderam conhecer de perto a infra-estrutura, equipamentos e atrações dos mais variados destinos brasileiros.

As viagens mobilizaram também mais de 250 agentes econômicos locais, como hotéis, guias e serviços turísticos.

“A Caravana é sempre válida. Ver o que existe no Brasil e o que é vendável no exterior é essencial para o aprimoramento do nosso trabalho”, afirma o diretor da operadora Blumar, José Roberto Costa, que considerou a Foz do Rio São Francisco, em Alagoas, o ponto de maior destaque do roteiro.

Passando pela primeira vez nos dois estados, a Caravana começou em Maceió (AL), no último dia 25, e terminou ontem, 30 de junho, em Aracaju (SE).

Além do litoral, o grupo visitou também cidades do interior, como Penedo e Piranhas, em Alagoas, e São Cristovão e Estância, em Sergipe, onde tiveram a oportunidade de vivenciar uma autêntica festa junina.

“O interior nos surpreendeu. As cidades estão bem cuidadas e oferecem atrativos, basta investir mais no setor hoteleiro”, afirma o diretor da operadora Easygoing, Celso Cardoso, destacando a importância das rodadas de negócios realizadas durante as viagens, que são o ponto de contato entre os operadores participantes do projeto e os operadores de turismo locais.

“Esses encontros são essenciais para estimular a comercialização de novos produtos turísticos”, afirma ele.

Este ano, o projeto Caravana Brasil vem focando seus esforços nos operadores internacionais. Países como Portugal, Espanha, Inglaterra, França, Estados Unidos, Argentina, Bolívia, Chile, Peru e Índia já foram atendidos pelo programa, que trouxe 181 operadores estrangeiros de turismo emissivo ao Brasil, em 15 viagens de caráter internacional realizadas no primeiro semestre.

Outra ação intensificada no período foi a realização de edições do projeto próximos a eventos internacionais de turismo realizados no Brasil, potencializando assim a passagem dos buyers estrangeiros pelo País.

Antes e depois do Destination Brazil Showcase, realizado pela BITO (Brazilian Incoming Travel Organization) no último mês de abril, 47 participantes visitaram destinos brasileiros como Manaus (AM), Foz do Iguaçu (PR) e Salvador (BA).

O mesmo aconteceu durante a LACIME (Latin America and Caribbean Incentive & Meetings Exhibition), realizada no mês passado em São Paulo. Até o final do ano, estão previstas mais 12 edições do projeto, sendo dez delas de caráter internacional.

Além dos 13 operadores de turismo receptivo nacional participantes da última edição da Caravana Brasil, estiveram na viagem o presidente da Embratur, Eduardo Sanovicz, o chefe de gabinete, Geraldo Bentes, a diretora de Turismo de Negócios e Eventos, Jeanine Pires, a gerente de Apoio à Comercialização, Jurema Monteiro, e a coordenadora do projeto Caravana Brasil, Sally Carvalho.

A viagem contou com o apoio especial da Secretaria de Turismo de Sergipe e da Secretaria Executiva de Turismo de Alagoas. Além deles, os parceiros tradicionais do projeto são: Varig, Resorts Brasil, Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) e BITO.

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em