Caravana Brasil encerra 2004 com 80 destinos visitados

Com pouco mais de um ano desde sua primeira viagem, em outubro de 2003, a Caravana Brasil encerra 2004 com números animadores. Neste ano, o projeto da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) apresentou 80 destinos de 15 estados do Brasil a 147 operado

  
  

Com pouco mais de um ano desde sua primeira viagem, em outubro de 2003, a Caravana Brasil encerra 2004 com números animadores. Neste ano, o projeto da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) apresentou 80 destinos de 15 estados do Brasil a 147 operadores brasileiros de turismo receptivo e 47 operadores estrangeiros com 19 viagens.

Uma pesquisa da gerência de Apoio à Comercialização da EMBRATUR constatou que 85% dos operadores brasileiros que participaram destas expedições desenvolveram roteiros com os destinos visitados e os estão divulgando em feiras de turismo, sites e seus materiais promocionais.

No ano que vem, 22 das 27 Caravanas planejadas serão internacionais, ou seja, trarão operadores de fora do Brasil para conhecer ou aprofundar seu conhecimento da oferta do País.

`Com essa estratégia, a tendência é a diversificação e aumento da venda do destino Brasil no exterior`, afirma Airton Pereira, diretor de Turismo de Lazer e Incentivo da EMBRATUR. Em 2003, onze produtos turísticos foram lançados para ampliar a promoção do Brasil no exterior.

`Nós somos Sol & Praia, mas também somos Golfe, Resorts, Negócios & Eventos etc`, lembra Pereira,citando alguns dos produtos. Os outros são Mergulho, Pesca Esportiva, Festas & Eventos Populares, Cidades Patrimônio, Incentivo, Ecoturismo e Turismo de Aventura.

A Caravana Brasil nasceu para implementar essa estratégia de divulgação do destino Brasil no exterior por meio destes segmentos, diversificando a possibilidade de pacotes para o País.

Nestas expedições divididas por temas (Ecoturismo em Bonito; Negócios & Eventos em São Paulo; Cidades Patrimônio em Minas Gerais etc), os operadores puderam conhecer melhor o destino, produtos, infra-estrutura e outros agentes do receptivo local, que no futuro serão seus parceiros para receber turistas estrangeiros.

No próximo ano, a maior parte das Caravanas vai trazer operadores estrangeiros para o Brasil, selecionados através dos Escritórios Brasileiros de Turismo (EBTs) no exterior.

Em contato direto com o trade de seus mercados, os executivos dos EBTs na França, Itália, Portugal, Reino Unido, Estados Unidos, Alemanha e América do Sul, irão indicar profissionais para participar das viagens de 2005, dando continuidade a um processo que começou neste ano.

Aqui, eles participarão de encontros com operadores de receptivo internacional, o que abrirá a todos amplas possibilidades de parceria para trazer turistas estrangeiros ao Brasil.

Além disso, a gerência de Apoio à Comercialização da EMBRATUR vai organizar visitas de jornalistas estrangeiros ao Brasil para produção de matérias e divulgação do país na mídia internacional.

Última Caravana visitou a Serra Gaúcha

Entre os dias 1 e 5 de dezembro, 14 operadores de receptivo internacional participaram da última edição do ano do projeto Caravana Brasil, a primeira realizada no Rio Grande do Sul.

Vindos do Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP) e Recife (PE), os profissionais conheceram atrativos da Serra Gaúcha e avaliaram produtos, destinos e serviços de Aventura, Ecoturismo e Festas & Eventos Populares, três dos onze produtos turísticos lançados em 2003 pela EMBRATUR.

Os destaques da expedição foram os parques naturais de Canela, a programação de Natal de Gramado e as vinícolas e histórias da imigração italiana em Bento Gonçalves.

`É um destino muito conhecido nacionalmente, mas pouco explorado no mercado internacional. Aqui temos produtos culturais e étnicos extremamente ligados ao turista europeu, principalmente italianos e alemães`, diz o executivo responsável pelo EBT na Itália, Geraldo Peccin.

Para ele, a melhor forma de comercializar o destino é conjugá-lo a outros produtos turísticos como o litoral de Santa Catarina e as cataratas de Foz do Iguaçu (PR).

`Os operadores que participaram dessa Caravana, em geral, ficaram surpresos com a qualidade do produto e dos equipamentos turísticos encontrados`, afirma o executivo.

Na rodada de negócios, realizada na tarde de 3 de dezembro, os participantes tiveram contato com operadores turísticos de receptivo local, que expuseram mais detalhes dos produtos visitados.

Na reunião, também foi apresentado o destino de São Miguel das Missões, no oeste do estado, que chamou a atenção dos convidados com suas ruínas jesuíticas consideradas pela UNESCO Patrimônio da Humanidade.

`Conhecendo bem é mais fácil vender. Vendemos com mais segurança. A Caravana Brasil é um projeto importante tanto para o profissional, quanto para a promoção do turismo brasileiro`, declarou o diretor da Solinos Operadora, José Maria Solino, que há dez anos atua em Recife no receptivo de turistas internacionais.

Fonte: Assessoria de Comunicação da EMBRATUR

  
  

Publicado por em