Caravana Brasil percorre Chapada Diamantina para promover o ecoturismo

Na segunda viagem do projeto Caravana Brasil deste ano, 15 operadores de turismo de receptivo internacional, representantes do Ministério do Turismo, da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e jornalistas, puderam conhecer in loco, entre os dias 13 e

  
  

Na segunda viagem do projeto Caravana Brasil deste ano, 15 operadores de turismo de receptivo internacional, representantes do Ministério do Turismo, da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) e jornalistas, puderam conhecer in loco, entre os dias 13 e 15 de maio, parte da oferta de Aventura e Ecoturismo da Chapada Diamantina (BA).

Com o objetivo de diversificar e aumentar a venda de pacotes turísticos para o Brasil no exterior, a Embratur iniciou, em 2003, este projeto em que operadores viajam para conhecer destinos turísticos brasileiros e as potencialidades de seus produtos. O mote é `conhecer bem para vender mais e melhor`.

Partindo de Lençóis, cidade histórica do ciclo do diamante, em três dias o grupo visitou o Morro do Pai Inácio, que está a 1.200 metros acima do nível do mar, o Poço do Diabo, a Gruta da Pratinha e da Lapa Doce, o Rio Lençóis, cachoeiras e outros pontos do Parque Nacional da Chapada Diamantina. Durante os passeios foram feitos mergulhos de superfície, caminhadas, escaladas, rapel
e tirolesa.

`Agora posso montar pacotes com maior precisão em função do perfil do cliente. É um destino de contemplação da natureza, aventura e também técnico`, avalia Lourdes Figueiredo, da Compass Turismo. `A diversidade do Brasil é imensa, muito maior do que sol e mar`, completa.

Uma das novidades deste ano, a rodada de negócios reuniu 16 profissionais locais - entre agentes de viagens, operadores e hoteleiros - que tiveram a oportunidade de apresentar seus produtos e serviços turísticos aos operadores. A idéia é que todas as caravanas proporcionem um encontro comercial com o objetivo de colocar, cada vez mais, o Brasil na vitrine internacional.

`A Chapada é um diamante que ainda está sendo lapidado, mas que já oferece atrativos que podem segurar o turista estrangeiro por mais de uma semana`, afirma João Marinsek, da Venturas e Aventuras.

Para a coordenadora de produtos associados e capacitação do Ministério do Turismo, Denise Nicolini, as viagens são a oportunidade de conhecer a produção local, como artesanato e cachaça, e o preparo do receptivo local, avaliando possibilidades de inclusão do destino em programas do ministério.

Já para o guia Sebastião Evangelista Sadeli, de 37 anos, que acompanhou o grupo durante os três dias, a Caravana Brasil é um instrumento para aumentar o fluxo de turistas para a região, possibilitando desenvolvimento econômico e social. Há 16 anos, Tião, como prefere ser chamado, trocou o garimpo pela atividade de guia: `Meus diamantes são os turistas`.

Caravana 2004 :

A principal novidade para este ano é a participação de operadores estrangeiros nas viagens. Sete saídas devem ser voltadas para operadores internacionais – com participação também de brasileiros.

`Os encontros são bons para o aperfeiçoamento dos profissionais`, diz Airton Pereira, diretor de Turismo de Lazer e Incentivo da Embratur, responsável pela Caravana Brasil. Deverão participar cerca de 150 operadores estrangeiros que ainda não comercializam o produto
Brasil.

Esta segunda fase tem 21 viagens planejadas até o fim do ano e a previsão de lançamento de mais três produtos turísticos. Em 2003, foram lançados onze produtos - Golfe, Negócios & Eventos, Cidades Patrimônio, Festas & Eventos Populares, Pesca Esportiva, Mergulho, Aventura, Incentivo, Sol & Mar, Ecoturismo e Resorts - e realizadas viagens em que cerca de cem operadores de receptivos internacionais puderam conhecer quinze destinos brasileiros.

As parcerias da Caravana Brasil 2004 são Varig, Resorts Brasil, Bureau de Golfe, Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), Bito (Brazilian Incoming Tour Operators), Conventions Bureaux e os governos dos estados e municípios.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em