Com ano do Brasil na França, País é atração na feira que começa amanhã

Após mais de dez anos sem participar do `Salon Mondial du Tourisme`, um dos principais eventos de turismo da França voltado principalmente para o consumidor final, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) marca presença neste ano na sua 30ª edição.

  
  

Após mais de dez anos sem participar do `Salon Mondial du Tourisme`, um dos principais eventos de turismo da França voltado principalmente para o consumidor final, a Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) marca presença neste ano na sua 30ª edição.

O salão começa amanhã, dia 17, e segue até o dia 20, em Paris. Sendo 2005 o Ano do Brasil na França, o País é uma das principais atrações do evento. É um grande momento de promoção dos nossos destinos, serviços e produtos turísticos naquele mercado. Com estimativa de público de 110 mil pessoas, o evento também é aberto para profissionais do setor.

O palco principal será ocupado por apresentações culturais do Brasil durante os quatro dias de realização da feira. Frevo, gafieira e capoeira são alguns exemplos do que os franceses poderão conhecer.

O estande da Embratur -de 99 metros quadrados – contará com 17 co-expositores, entre órgãos públicos e iniciativa privada, além de uma exposição de artesanato brasileiro.

“Aproveitando o momento, por conta do Ano do Brasil na França e de todas as matérias que vêm saindo sobre a variedade cultural e natural do nosso País, tomamos a decisão de participar de um evento para o público final”, explica Flávia Malkine, executiva responsável pelo EBT (Escritório Brasileiro de Turismo) na França, há um ano em Paris. `Estamos no timing perfeito`, completa.

Ela lembra que no próximo dia 23 tem início em Paris uma grande exposição da arte indígena brasileira, um dos principais destaques da programação do ano.

Dentro da Agenda de Promoção Comercial do Turismo Brasileiro no Mercado Internacional, a Embratur vai participar de mais duas feiras na França neste ano: a “Top Resa” (Deauville, 22 a 24 de setembro) e a “Envie de Partir” (Paris, 8 a 10 de outubro).

De acordo com o calendário de feiras comerciais - de produtos em que o País se destaca - estão marcadas outras três feiras: “Le Bourget”, de aviação (13 a 19 de junho, Paris); “Prêt à Porter”, do setor têxtil (2 a 5 de setembro, Paris), “Salon de Lyon”, também têxtil (3 a 5 de setembro, Lyon). Ao todo, o Instituto vai cumprir uma agenda de cerca de 60 feiras no exterior.

Perfil :

Segundo o Anuário Estatístico 2004, o mercado francês é o sexto principal mercado emissor de turistas para o Brasil. Em 2003, 225.235 franceses visitaram o País, um aumento de quase 9,2% em relação a 2002. Já o estudo da Demanda Turística Internacional 2003 mostra que, depois do lazer, o motivo que mais traz franceses ao Brasil são as viagens de negócios/congressos/convenções.

O estudo ainda identifica que 94,6% desses turistas pretendem voltar ao Brasil. Seus destinos mais procurados são Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), São Paulo (SP), Foz do Iguaçu (PR), Fortaleza (CE), Recife (PE) e Natal (RN).

Tradicional operadora francesa aposta no Brasil

A FRAM, uma das mais antigas operadoras de turismo da França, realizou a sua tradicional “Soirée FRAM” no último dia 9, em Paris. Ali, a empresa apresentou seu catálogo de roteiros 2005 para mais de 500 clientes.

Dentre os mais de 60 produtos da brochura, o circuito para o Brasil foi o único apresentado no palco e com imagens dos destinos. Por este ser o Ano do Brasil na França, os turistas conheceram detalhes dos 12 dias oferecidos pela operadora, passando por Salvador e Cachoeira (BA), Foz do Iguaçu (PR), Rio de Janeiro, Paraty e Angra dos Reis (RJ).

A FRAM, que começou a comercializar destinos brasileiros apenas no ano passado, já tem no País o seu carro-chefe em vendas para a América do Sul.

O workshop reuniu órgãos oficiais de turismo de onze países e a operadora de cruzeiros CIC. O EBT participou distribuindo material e dando informações sobre o Brasil.

“Tendo em vista a qualidade dos contatos ali realizados, o grau de fidelização dos clientes FRAM e a enorme exposição que o Brasil obteve, acredito que as vendas serão ainda mais aquecidas”, avalia Flávia.

O estande brasileiro recebeu a visita de cerca de 500 pessoas. Para incentivar a participação, a FRAM distribuiu um questionário sobre os destinos contidos no catálogo, o que fez com que seus clientes visitassem o maior número de estandes.

A noite foi encerrada com uma apresentação de dança ao som de música brasileira e figurino verde-amarelo.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em