Cristo Redentor está entre os finalistas para ser uma nova maravilha do mundo.

Além de ser um dos mais importantes cartões postais e um dos ícones do turismo mundial, o Cristo Redentor, concorre para figurar entre as sete novas maravilhas do mundo. Numa votação telefônica promovida desde 2002 pela organização suíça New 7 Wonders Fo

  
  

Além de ser um dos mais importantes cartões postais e um dos ícones do turismo mundial, o Cristo Redentor, concorre para figurar entre as sete novas maravilhas do mundo. Numa votação telefônica promovida desde 2002 pela organização suíça New 7 Wonders Foundation, foram eleitos 21 finalistas, entre os quais o Corcovado aparece como o único representante brasileiro. A sete novas maravilhas serão anunciadas em janeiro de 2007.

Para o secretário municipal de Turismo, Rubem Medina, a votação prova que o Rio de Janeiro e seus monumentos fazem parte da galeria de cidades mais importantes do mundo sob o aspecto turístico.

`O monumento e a cidade foram lembrados por pessoas que nunca estiveram aqui. Já é maravilhoso estar entre os 21 finalistas. Ficar entre os sete primeiros será mais ainda`, completa o secretário.

Os critérios para a participação de um monumento na Campanha foram: estar em bom estado de conservação e ter sido erguido até 2000. Os interessados em participar através do seu voto devem fazer uma ligação para a Suíça pelo número 00XX43 820 92 13 29, e discar o número 05, que é o código do monumento do Cristo Redentor.

Há outros números disponíveis no site www.n7w.com, onde as instruções para a votação também podem ser facilmente encontradas.

De acordo com a fundação, 50% da receita gerada com a Campanha será destinada a projetos de restauração dos tesouros culturais de todo o mundo.

Além do Cristo Redentor, estão concorrendo Acrópolis (na Grécia); Alhambra (na Espanha); Angkor (no Camboja); Chichen Itza (no México), Coliseu de Roma (na Itália); Estátuas da Ilha da Páscoa (no Chile); Torre Eiffel (na França), Grande Muralha (na China), Igreja de Santa Sofia (na Turquia); Templo Kyomizu (no Japão), Kremlin (na Rússia); Machu Picchu (no Peru); Castelo Neuschwanstein (na Alemanha); Petra (na Jordânia); Pirâmides de Giza (no Egito); Estátua da Liberdade (nos EUA); Stonehenge (no Reino Unido); Ópera House de Sydney (na Austrália); Taj Mahal (na Índia) e Timbuktu, (em Mali).

Fonte: Aída Barros - Assessoria de Comunicação Social

Del V alle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em