Destinos de água doce são ótima opção para as viagens de final de ano

Turistas podem aproveitar época para conhecer rios, cachoeiras e lagoas

  
  
Família mergulha em Bonito

Os destinos de água doce são ideais para quem planeja comemorar as festas de final de ano em grande estilo. O momento é propício para estas viagens pois, devido às chuvas de verão de dezembro e janeiro, os pontos turísticos de locais como Bonito, Pantanal e Chapada Diamantina ficam ainda mais deslumbrantes.

A cidade de Bonito é um paraíso da água doce localizado no estado do Mato Grosso do Sul. As águas cristalinas dos rios Prata, Formoso e Sucuri e a apreciação da vegetação subaquática são os principais atrativos da região. O Balneário do Sol, conjunto de piscinas naturais e cachoeiras formado às margens do Rio Formoso, e a Gruta do Lago Azul, uma escadaria de 300 degraus que leva o turista para um mergulho em um dos monumentos naturais do planeta, são alguns dos passeios imperdíveis.

Além das belezas naturais, outra maneira de aproveitar Bonito ao máximo é praticando algumas atividades do turismo de aventura. Dentre elas, destaque para o arvorismo, boia-cross, caminhada, cicloturismo, flutuação, mergulho, turismo equestre e rapel. Este último é praticado no Abismo Anhumas, um dos cartões postais da cidade.

Durante o verão, as atrações de água doce também são personagens principais na região conhecida como Pantanal Sul. As chuvas enchem os rios e inundam os campos, transformando a paisagem em uma enorme lagoa sem margens. Nesta época de cheia, navegar os rios Negro, Paraguai e Aquidauana é a melhor maneira de conhecer fauna e flora da região. As atividades do turismo de aventura oferecidas na região são: caminhada, canoagem, cavalgada, cicloturismo, observação da vida selvagem e o turismo off-road em veículos 4x4.

Situada na região central do estado da Bahia, a Chapada Diamantina é outra opção de roteiro de água doce para o final de ano. As cachoeiras do Buracão, a mais bela da região, do Mosquito, que se divide em duas duchas, e a da Fumacinha, com 100 metros de altura repartidos em três quedas d´água, dentro de um cânion muito estreito, encantam todos os visitantes.

Para os que buscam diversão nos últimos dias do ano, a caminhada, o rapel, o turismo off-road com veículos 4x4, o cicloturismo, o espeleoturismo e a flutuação são as atividades de turismo de aventura disponíveis neste paraíso chamado Chapada Diamantina.

Mais informações sobre empresas que atuam nestes destinos podem ser obtidas no site da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (ABETA): www.abeta.com.br.

Fonte: AD Comunicação & Marketing

  
  

Publicado por em