Diversidade de Santa Catarina surpreende operadores da Caravana Brasil

A 16ª viagem da Caravana Brasil neste ano terminou no dia 07, tendo levado 12 profissionais de turismo para Florianópolis, Santo Amaro da Imperatriz e Itapema e atraído sua atenção para as possibilidades oferecidas por Santa Catarina para o turista estran

  
  

A 16ª viagem da Caravana Brasil neste ano terminou no dia 07, tendo levado 12 profissionais de turismo para Florianópolis, Santo Amaro da Imperatriz e Itapema e atraído sua atenção para as possibilidades oferecidas por Santa Catarina para o turista estrangeiro.

Projeto da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) que leva operadores de receptivo internacional e operadores estrangeiros para conhecer in loco a infra-estrutura turística de destinos brasileiros, a Caravana é parte da estratégia de promoção do País no exterior que visa, em 2007, atingir a entrada de 9 milhões de turistas estrangeiros no Brasil e o conseqüente ingresso de US$ 8 bilhões em divisas.

A viagem, que teve início na quinta-feira, dia 04, ampliou o foco nos produtos Sol & Mar e permitiu aos operadores uma maior percepção das potencialidades turísticas do estado.

“Temos variedade o ano inteiro. Dos 501 quilômetros de praia à neve em cidades da serra, como São Joaquim. O estado também começa a se voltar para o ecoturismo, dada sua grande diversidade natural.

Há o turismo rural e religioso, além das festas populares”, apresentou o diretor de Marketing da Santur (Santa Catarina Turismo S/A), Valdir Walendowsky, aos operadores.

“Para trabalhar o turista estrangeiro é preciso ter variedade de circuitos e nosso estado tem isso. Dá para pensar em roteiros casando Florianópolis e as cidades de colonização alemã, como Pomerode e Blumenau”, disse José Antônio Martins, da operadora North Side.

Além da apresentação da Santur, parceira da Caravana nesta viagem, houve uma rodada de negócios entre os operadores – a maioria ainda não comercializa destinos catarinenses – e seis profissionais de turismo local, em que tomaram conhecimento de novos produtos.

“Já trabalhamos com Florianópolis, mas nunca tinha ouvido falar da reserva do Arvoredo. É um produto que podemos agregar para o nosso cliente”, disse Eliane Silva, da operadora BIT, referindo-se à Reserva Biológica do Arvoredo, situada a 11 quilômetros ao norte de Florianópolis.

“Além de divulgar os destinos, a intenção é estimular a realização de negócios”, disse Jurema Monteiro, gerente de Apoio à Comercialização da EMBRATUR. “Tem sido muito importante essa integração entre os órgãos oficiais na promoção dos destinos, gerando possibilidades reais de negócios`, comentou Walendowsky.

Os participantes visitaram os empreendimentos Plaza Caldas da Imperatriz, Plaza Itapema e Costão do Santinho, onde puderam conhecer os serviços oferecidos pelos resorts aliados às praias e fontes termais. Também conheceram pontos turísticos da capital, como o Mercado Municipal; o Morro do Antão, também conhecido como Morro da Cruz; e a Praia da Joaquina.

Esta, por sinal, ganhou destaque na edição de ontem do caderno de turismo do New York Times. O voto da repórter que assina a matéria, Victoria Gomelsky, `vai para o litoral do Estado de Santa Catarina, cerca de 400 milhas abaixo do Rio de Janeiro, onde as praias oferecem instantes de surf de categoria mundial, e uma vibração boêmia - pense no Havaí, por volta de 1983 -,que promete transformar essa região brasileira em novo ponto de atração`.

As parcerias da Caravana Brasil 2004 são Varig, Resorts Brasil, Bureau de Golfe, Infraero (Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária), Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo), BITO (Brazilian Incoming Travel Organization), órgãos e entidades locais do turismo.

A próxima viagem acontece entre o dia 10 e 15 de novembro, tendo Belém, Ilha de Marajó e outras localidades no Pará como destinos para Pesca Esportiva e Ecoturismo.

Temporada em alta :

A Santur espera que o estado receba, pelo menos, 400 charters na temporada de verão 2004/2005, um crescimento de 25% em relação ao verão passado.Apenas provenientes da Argentina são esperados 250 fretamentos – que transportam exclusivamente turistas. Do Chile, estão confirmados cerca de 100.

Ainda de acordo com a Santur, na temporada 2003/2004, Santa Catarina recebeu 3 milhões de visitantes, dos quais 9% foram estrangeiros. Esse movimento gerou uma receita de US$ 443 milhões.

Fonte: Assessoria de Comunicação da EMBRATUR

  
  

Publicado por em