Embratur apresentou, em São Paulo, projeto Excelência em Turismo

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), juntamente com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) apresentaram,ontem, na Brazil Fishing Show 2005, feira de pesca

  
  

A Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), juntamente com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) apresentaram,ontem, na Brazil Fishing Show 2005, feira de pesca que acontece no Transamérica Expo Center, em São Paulo, o projeto Excelência em Turismo: Aprendendo com as melhores experiências internacionais. Quem fez a apresentação pela Embratur foi o diretor de Turismo de Lazer e Iincentivo, Airton Pereira Jr.

Entre os segmentos contemplados pelo projeto está a pesca esportiva, que será objeto da viagem técnica à Argentina, prevista para o segundo semestre deste ano.

O projeto baseia-se no conceito de benchmarking, que é aplicado pela primeira vez ao turismo no Brasil e consiste na ação de identificar, aprender e adaptar práticas e processos reconhecidos pela qualidade e excelência de quaisquer organizações ou lugares.

Para cada viagem são selecionados 12 profissionais de turismo , operadores de receptivo e representantes de meios de hospedagem, que desenvolvam atividades relacionadas ao foco daquela etapa.

O Bureau de Pesca Esportiva foi criado em julho do ano passado, com o incentivo da Embratur, durante a edição da Brasil Fishing Show.

De acordo com Eduardo Sanovicz, presidente do Instituto, a pesca assume importância ainda maior quando medidos os resultados que a atividade proporciona: “O turista que vem pescar no Brasil é qualificado, gera boa receita para comunidades locais, é fiel, pois quase sempre retorna e, acima de tudo, é um amante da natureza.

Temos aí identificados elementos do que chamamos de turismo sustentável, no qual os ganhos com a exploração são divididos, sem prejuízos ao ecossistema presente ou às gerações futuras”

Fonte: Embratur

  
  

Publicado por em