Embratur mostra em Berlim, espaço baseado no plano de marketing e na Marca Brasil

O primeiro dia da ITB Berlim (International Tourism Exchange), uma das principais feiras de turismo do mundo, está sendo marcado pelo lançamento internacional do novo estande da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo). Desenvolvido com base nas dir

  
  

O primeiro dia da ITB Berlim (International Tourism Exchange), uma das principais feiras de turismo do mundo, está sendo marcado pelo lançamento internacional do novo estande da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo).

Desenvolvido com base nas diretrizes lançadas pelo Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional, e com a apresentação da Marca Brasil, o estande, com 1.280 metros quadrados, possui um design moderno, que traduz a alegria e a hospitalidade do povo brasileiro.

Dividido em cinco grandes segmentos (Sol & Mar, Negócios & Eventos, Ecoturismo, Esporte e Cultura), o espaço representa um marco na promoção internacional do destino Brasil e chama a atenção do público do evento, que até o próximo dia 15 de fevereiro deve receber aproximadamente 140 mil pessoas.

“O estande atendeu todas as expectativas do trade. Desenvolvê-lo a partir de pesquisas que alcançaram o subconsciente de turistas internacionais foi uma grande saída da Embratur.

O espaço chama a atenção do estrangeiro por trazer elementos que ele identifica imediatamente com o Brasil”, declara o diretor executivo do Rio Convention & Visitors Bureau, Paulo Senise, presente na feira.

“Além das pesquisas com turistas, o processo de criação do estande considerou em muito a opinião do trade turístico brasileiro. Na última segunda feira, 14, aconteceu uma reunião com nossos co-expositores na ITB para checar se o novo espaço atendeu plenamente às necessidades”, afirmou o presidente da Embratur, Eduardo Sanovicz, que está em Berlim. O ministro do Turismo, Walfrido Mares Guia, deverá visitar o estande nesse domingo, dia 13.

“O estande brasileiro é uma grande praça”. Ganhador da concorrência que criou a Marca Brasil, o designer Kiko Farkas , da Máquina Estúdio, também foi responsável pela coordenação de criação do novo estande brasileiro em feiras internacionais.

O designer está em Berlim conferindo pessoalmente a
receptividade do público que comparece à ITB e garante: “O mais legal do novo estande é que as pessoas se sentem em casa. Como gostamos que todo o turista se sinta no Brasil”.

O que considerou o processo de criação do novo estande brasileiro? Tudo foi pensado de acordo com os princípios da Marca Brasil. Sendo o mais importante deles a modernidade. Ela é refletida por meio de linhas curvas que deram uma organicidade excelente ao espaço.

Além disso, a predominância da cor branca destaca o estande brasileiro da concorrência. Aqui em Berlim, por exemplo, estamos ao lado dos estandes do México, Peru e Equador. Os três são bem coloridos e se confundem entre
si, por vezes parece até ser um único país.

Quais as diferenças mais marcantes entre o novo e o antigo espaço? Esse novo estande traduz elementos brasileiros contidos no subconsciente do turista internacional. Seu design tenta passar o máximo possível a visão que o estrangeiro tem do Brasil. Já o espaço anterior era muito quadrado, tinha uma base octagonal, repleto de linhas retas e cantos. Impedia a fluidez.

Qual está sendo a receptividade do público em Berlim? Uma das qualidades dessas linhas curvas empregadas no estande é justamente a facilidade de trâfego pelo espaço. O público caminha livremente pelos produtos turísticos brasileiros.

Como não existe um portal de entrada, as pessoas entram no espaço meio sem perceber e acabam envolvidas pelas imagens de destinos brasileiros, pelas músicas e atrações culturais.É como se fosse uma praiona ou uma grande praça brasileira. E é esse espírito de liberdade que queremos utilizar para vender o Brasil.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em