Embratur tem número recorde de co-expositores em feira na Alemanha

Na maior feira de turismo da Alemanha e uma das mais importantes do mundo, a ITB (Internationale Tourismus Börse), que terminou nesta semana em Berlim, quase dez mil pessoas interessadas nos produtos, destinos e serviços turísticos brasileiros foram ate

  
  

Na maior feira de turismo da Alemanha e uma das mais importantes do mundo, a ITB (Internationale Tourismus Börse), que terminou nesta semana em Berlim, quase dez mil pessoas interessadas nos produtos, destinos e serviços turísticos brasileiros foram atendidos. Lá estavam 58 co-expositores brasileiros, um número recorde no evento.

No estande brasileiro, de 1,3 mil metros quadrados, o público pôde conferir um pouco da produção cultural e industrial brasileira. Todos os dias havia apresentações de capoeira, shows de bossa-nova e exibição de clipes dos músicos Badi Assad, Wagner Tiso, Zimbo Trio, Yamandú, Altamiro Carrilho e Armandinho.

Esses vídeos fazem parte do novo material promocional do Brasil, que tem a diversidade de sua produção cultural como mote. Para reforçar o novo conceito de promoção do país, relacionado a negócios e indústria, o estande trouxe uma vitrine de produtos de exportação nacionais, como as jóias vencedoras do `XI prêmio de Design do IBGM` (Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos) e uma vitrine de calçados, promovendo as principais feiras nacionais de couro e calçado do Brasil, como a `Francal` e `Couromoda`.

O estande contava com terminais de internet para os co-expositores, onde o público também pôde navegar em páginas brasileiras. O embaixador do Brasil em Berlim, José Artur Denot Medeiros, e autoridades da República Tcheca, prestigiaram o estande durante o evento. Estes últimos buscaram informações sobre o país, interessados em estabelecer um programa de intercâmbio entre autoridades de turismo internacionais.

Uma curiosidade: Ilha do Marajó (BA) e Ilha do Cardoso (SP) foram destinos muito lembrados e procurados pelos alemães durante a feira.

Neste ano, será implantado o EBT (Escritório Brasileiro de Turismo) em Berlim, que cuidará das estratégias de promoção do Brasil no mercado alemão, à frente do qual estará Karin de Carvalho.

`Agora estaremos muito mais próximos deste mercado. Mesmo antes da implantação do EBT, já estamos desenvolvendo ações de aproximação com o trade`, conta Karin.

A Alemanha tem sido, nos últimos anos, o terceiro maior emissor de turistas estrangeiros para o Brasil, atrás apenas da Argentina e dos Estados Unidos. O mercado alemão foi responsável, em 2002, pela entrada de quase 297 mil visitantes.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em