Estrangeiros já deixaram no Brasil, em 2006, mais de US$1bilhão e meio

Nos quatro primeiros meses de 2006, os turistas estrangeiros gastaram no Brasil US$ 1,559 bilhão, de acordo com o BC (Banco Central). O número é 19,73% maior que o mesmo período do ano passado, que teve uma entrada de US$ 1,302 bilhão. Só o mês de abr

  
  

Nos quatro primeiros meses de 2006, os turistas estrangeiros gastaram no Brasil US$ 1,559 bilhão, de acordo com o BC (Banco Central). O número é 19,73% maior que o mesmo período do ano passado, que teve uma entrada de US$ 1,302 bilhão.

Só o mês de abril, com US$ 344 milhões, apontou um crescimento de 17% com relação ao mesmo mês de 2005, que ficou com US$ 294 milhões. Os números deste mês confirmam o bom momento do setor, que viveu a melhor temporada de todos os tempos, com vários recordes consecutivos. Março de 2006 foi o melhor mês da história do turismo receptivo internacional brasileiro, com US$ 453 milhões.

Para o ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia, este aumento expressivo nos gastos dos turistas estrangeiros reflete o acerto do Governo em apostar no turismo como mais uma atividade para gerar divisas para o País.

“Isso significa que toda a cadeia do turismo está sendo beneficiada. Com mais recursos, aumentam as possibilidades de investimentos no setor, com impacto na criação de postos de trabalho e no desenvolvimento das regiões turísticas do Brasil”, afirma.

Os brasileiros deixaram no exterior, no primeiro quadrimestre, US$ 1,678 bilhão, o que gerou um déficit de US$ 119 milhões. No mês de abril, gastaram US$ 432 milhões, com um déficit de US$ 88 milhões.

Para o chefe do departamento econômico do BC, Altamir Lopes, `o gasto dos turistas brasileiros no exterior tem crescido muito porque existe aumento de renda real, com o controle da inflação e um câmbio que favorece o turismo emissivo`.

Para o diretor de Estudos e Pesquisas da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), José Francisco de Salles Lopes, o crescimento é muito expressivo e representa a continuidade do processo de consolidação da receita cambial.

“Temos um aumento percentual com relação a todos os meses do ano passado. Esse ritmo nos permite afirmar que teremos um grande recorde em 2006”, comemorou.

Fonte: Embratur

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em