Evento Verde-Amarelo promoverá o Brasil em Londres

Começou no dia 16/2, em Londres (Inglaterra), a mostra “Tropicália – a Revolution in Brazilian Culture” no Centro Cultural Barbican, um dos mais prestigiados institutos da Europa. A mostra, que homenageia o Tropicalismo, vai até o dia 21 de maio com uma p

  
  

Começou no dia 16/2, em Londres (Inglaterra), a mostra “Tropicália – a Revolution in Brazilian Culture” no Centro Cultural Barbican, um dos mais prestigiados institutos da Europa. A mostra, que homenageia o Tropicalismo, vai até o dia 21 de maio com uma programação que inclui exibição de filmes, espetáculos musicais e de dança, painéis de discussão, além da instalação `Tropicália`, do pintor Hélio Oiticica.

O evento conta com apoio da EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) dentro de seu programa de Relações Públicas no exterior, que identifica nele uma grande oportunidade de promoção verde-amarela no mercado inglês.

“Trata-se de um evento que tem total aderência ao Plano Aquarela e às recomendações promocionais para o Reino Unido. A idéia é ampliar o nível de conhecimento e de desejo pelo Brasil lá”, explica o diretor de Marketing da EMBRATUR, Edson Campos.

Plano de marketing turístico internacional do Brasil, o Plano Aquarela vem dando as bases para a promoção do País no exterior desde o ano passado, quando foi lançado pelo Ministério do Turismo, por meio da EMBRATUR.

Para sua formatação foram ouvidos mais de seis mil estrangeiros em 18 mercados. O estudo aponta o estilo de vida do povo e a diversidade natural como os principais atributos do Brasil na visão do estrangeiro.

Campos explica que a Inglaterra é o segundo maior emissor de turistas para o mundo (ficando atrás apenas da Alemanha), mas que a parcela de seus viajantes que escolhe o Brasil é muito baixa.

De acordo com o Plano Aquarela, uma fatia de cerca de 16,2 milhões costuma escolher destinos além das fronteiras da União Européia, sendo que 11% deles afirma ter grande interesse pelo Brasil.

No entanto, em 2003, apenas 138.281 ingleses visitaram destinos nacionais. “Na ponta, esta ação no Barbican tem o objetivo de ampliar o market share do Brasil no mercado britânico”, completa.

Há pelo menos três motivos: os visitantes do Instituto têm aderência ao perfil de público desejado, próximo desses 11% que declaram ter interesse pelo País; é um evento que dá grande enfoque à música, fator cultural que diferencia a promoção do Brasil como destino turístico, segundo o Plano Aquarela; Londres, assim como Nova York e Paris, é um centro formador e difusor de opinião e moda. Serão investidas 50 mil libras no “Tropicália”. A agência de comunicação FSB, que atende a EMBRATUR junto com a Máquina da Notícia, é a responsável pela ação.

O EBT (Escritório Brasileiro de Turismo) da EMBRATUR para o Reino Unido e Benelux participa ativamente desse projeto. “Um retrato da música, literatura, política e das artes plásticas de um período importante da nossa história ficará no ar durante três meses. No paralelo vamos fazer ações para o público final e também envolver operadoras de turismo”, conta Silvana Nascimento, consultora do EBT.

Em parceria com a Varig e Associação Brasileira de Resorts, por exemplo, será sorteada uma viagem para duas pessoas ao Rio de Janeiro e Angra dos Reis (RJ) com hospedagem.

Uma das idéias do programa de Relações Públicas é justamente manter ações de maior visibilidade, além das trabalhadas normalmente como treinamentos de agentes de viagens, seminários para operadoras, participação em feiras etc, com uma certa periodicidade.

Exemplo disso, foi a ação promocional verde-amarela, em 2004, na tradicional loja de departamentos inglesa, Selfridges, que também contou com apoio da EMBRATUR.

Na última quarta-feira, dia 15/2, foi realizada uma cerimônia de abertura da mostra para convidados. Compareceram mais de 1.200 pessoas à galeria do Barbican. Entre elas, o embaixador do Brasil no Reino Unido, Maurício Bustani.

Fonte: Embratur

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em