Experiências em turismo são multiplicadas no País

O processo contínuo de comparação de produtos no setor de turismo continuará a ser tema das ações que envolvem a parceria entre Embratur, Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) e Sebrae, durante 2006. Na quarta-feira (29), as três i

  
  

O processo contínuo de comparação de produtos no setor de turismo continuará a ser tema das ações que envolvem a parceria entre Embratur, Braztoa (Associação Brasileira das Operadoras de Turismo) e Sebrae, durante 2006.

Na quarta-feira (29), as três instituições lançaram a segunda etapa do projeto `Excelência em Turismo - Aprendendo com as Melhores Experiências Internacionais` e o projeto `Vivências do Brasil - Aprendendo com o Turismo Nacional`.

O lançamento aconteceu em São Paulo (SP), durante o 25º Encontro Comercial Braztoa. O diretor-técnico do Sebrae Nacional, Luiz Carlos Barboza, esteve presente ao evento. A cerimônia aconteceu as 19h30, no Centro de Convenções Frei Caneca.

A segunda etapa do projeto internacional é lançada porque a primeira etapa deu bons resultados. Em 2005, foram realizadas seis viagens técnicas por meio do programa. A aplicação do processo de comparação é conhecida como benchmarking. Neste ano, destinos turísticos dos segmentos de ecoturismo, sol e praia, aventura, cultural, de eventos e entretenimento serão visitados na África do Sul, San Martin no Caribe, Reino Unido e Estados Unidos.

As inscrições estarão abertas para as quatro viagens durante 30 dias, a partir do lançamento, no dia 29/3, no site da Braztoa.

As boas experiências do turismo nacional vão integrar o `Vivências do Brasil - Aprendendo com o Turismo Nacional`, que também será desenvolvido pelas três instituições parceiras.

Esse projeto seguirá a mesma metodologia do Excelência em Turismo e promoverá seis viagens técnicas. Destinos turísticos brasileiros, considerados com nível de excelência, serão visitados a partir de junho. O objetivo é multiplicar o conhecimento e a troca de experiências entre operadoras de turismo, empresas de receptivo e de meios de hospedagem.

Avaliação:

As viagens internacionais realizadas no ano passado atingiram seus objetivos, de acordo com avaliação dos técnicos da Embratur, Braztoa e Sebrae. O projeto é considerado como o primeiro voltado ao benchmarking do setor de turismo no País.

O conhecimento acumulado pelos participantes das seis viagens técnicas internacionais realizadas à Costa Rica, Peru, México, Nova Zelândia, Espanha e Argentina está sendo repassado a operadores de turismo e empresas de receptivo e de meios de hospedagem, por meio de seminários, encontros e palestras em diversas localidades do País.

Os destinos turísticos relacionados aos segmentos de ecoturismo, cultural, mergulho, aventura, roteirização e pesca esportiva foram visitados por 70 empresários e operadores de turismo de 22 unidades da Federação.

Todas as regiões do País foram contempladas pelo Excelência em Turismo em 2005. Pesquisa realizada com os participantes revelou que 74,3% deles consideraram o resultado das viagens excelente; enquanto 22,9% classificaram como muito bom; e 2,9% como bom. A qualidade dos contatos e visitas realizados foi considerada excelente por 45,7% dos participantes; muito bom para 34,3%; e bom para 20%.

Até o momento, cerca de dois mil empresários do trade em todo o País já foram capacitados por meio do processo de multiplicação previsto no projeto, de acordo com estimativa da Braztoa.

Novos produtos turísticos e aperfeiçoamentos começam a surgir em várias regiões, em decorrência do intercâmbio de conhecimento e informações proporcionados pelo projeto.

Excelência em Turismo 2006:

Os destinos turísticos internacionais selecionados para a segunda fase do projeto foram definidos como prioritários pela pesquisa do Plano Aquarela da Embratur. Informações sobre documentação, critérios, termos de compromisso, entre outros, estão disponíveis no site da entidade.

Os seis destinos turísticos nacionais do projeto `Vivências Brasil - Aprendendo com o Turismo Nacional`ainda serão definidos. Os grupos do projeto serão compostos por 17 empresários e profissionais do setor, que, posteriormente, vão multiplicar o conhecimento e informações acumulados junto ao trade em suas regiões.

`Constatamos que existem destinos turísticos de muita qualidade em nosso País`, afirma Daniela Bitencourt, coordenadora da carteira de projetos de turismo do Sebrae Nacional. `O benchmarking incrementa o processo de cooperação entre empresários, trabalhadores e especialistas do trade`, esclarece.

Fonte: Sebrae

Del Valle Editoria
Contato: vininha@vininha.com

  
  

Publicado por em