Faça um mochilão pelos encantos naturais da Nova Zelândia

Considerado por muitos como a 'melhor trilha do mundo', a região de Milford Track é daqueles locais em que num percurso de cerca de 53km, você irá passar por desfiladeiros, florestas tropicais, glaciares, pontes sobre rios e tudo mais que imaginar...

  
  
Se só tem a opção de fazer apenas um mochilão durante a vida, com certeza o lugar escolhido deve ser o Milford Track da Nova Zelândia

Se só tem a opção de fazer apenas um mochilão durante a vida, com certeza o lugar escolhido deve ser o Milford Track da Nova Zelândia, que é considerada por muitos como “a melhor trilha do Mundo”.

Atravessando o coração selvagem dos fiordes da Ilha do Sul, você irá cruzar florestas tropicais e vales glaciares até às altas montanhas do estreito de Mackinnon. Desde então num contorno majestoso por entre rios e quedas de água, cujo ponto alto são as Cataratas de Sutherland, até Milford Sound, coroada pelo do Pico Mitre.

Desde que Quintin Mackinnon e Estern Mitchell percorreram pela primeira vez esta trilha, em 1888, vários caminhantes, desde os mais experientes até principiantes têm tentado desbravar este percurso de 53 km. E olha que a trilh tem duas opções para ser percorrida. Uma fácil e outra difícil. Qual você escolhe? As caminhadas guiadas oferecem o luxo relativo do alojamento, refeições, banhos quentes e um copo de vinho ao final do dia. Os caminhantes independentes utilizam uma rede de refúgios ao longo da trilha, mas têm de transportar e cozinhar as suas próprias refeições.

Se optar por uma caminhada guiada, a sua experiência começa com uma sessão de esclarecimento sobre a caminhada em Queenstown, após a qual seguirá viagem de trem até Te Anau. Aqui embarca numa lancha até à nascente do Lago Te Anau. A viagem de barco é uma memorável abordagem a trilha, em que se avistam as imponentes montanhas erguendo-se à distância, com as suas encostas imersas em densa floresta. Quando chegar ao seu destino, terá de fazer apenas uma curta caminhada de 20 minutos até o primeiro albergue: Glade House.

A trilha segue ao longo da linha do Sol, contornando as encostas do imponente Monte Ballon até descer quase 6 km, até Quinton Lodge

No segundo dia da caminhada, uma ponte suspensa sobre o rio Clinton produz a primeira sensação de breve excitação. O trilha, sinuosa, percorre depois de um denso bosque de faias, passando pela cabana de Mackinnon e chegando a um desvio chamado Wetland Walk, o qual conduz a uma fantástica área de reserva natural de plantas e musgos. Daqui em diante pode-se aproveitar o luxo de uma caminhada plana enquanto segue por um caminho desbravado por cavalos de carga, amplo, até alcançar a zona ocidental do vale Clinton – as suas paredes de 1220 metros de altura fazem-nos sentir realmente pequenos.

Depois de dormir em Pompolona Lodge é preciso acordar ao amanhecer para ter tempo suficiente para a longa e cansativa subida até ao Estreito de Mackinnon, com 1073 metros. Atravessar mais uma trémula ponte suspensa, então começar a famosa subida aos ziguezagues. À medida que vai subindo, você irá deparar-se com uma vista assombrosa de Nicholas Cirque, um anfiteatro natural à entrada do vale Clinton.

A trilha segue ao longo da linha do Sol, contornando as encostas do imponente Monte Ballon até descer quase 6 km, até Quinton Lodge. A caminhada por terreno pedregoso pode ser difícil, por isso distraia-se com as falésias altivas, os riachos gelados e a passadeira de madeira que atravessa um desfiladeiro com quedas d'água. Se as pernas ainda aguentarem, faça a caminhada de ida e volta de 90 minutos, do Lodge até às Cataratas de Sutherland – que, com 540 metros de altura, são a quinta catarata mais altas do mundo.

A trilha desce regularmente e, no momento em que alcança o marco dos 43km, estará de volta à floresta tropical e a caminhar sobre solo relativamente plano

Depois dos duros esforços dos três dias anteriores, a caminhada final será provavelmente como uma tranquilidade de ar fresco. A trilha desce regularmente e, no momento em que alcança o marco dos 43km, estará de volta à floresta tropical e a caminhar sobre solo relativamente plano. Logo avistará o refrescante Lago Ada, quando isso acontecer, significa que se está perto de Sandfly Point, onde poderá, finalmente, pendurar as botas. A partir daqui, um barco poderá transportá-lo até Milford Sound, com os majestosos glaciares. Para celebrar o fim da trilha, nada melhor do que embarcar num dos belos barcos à vela que a região tem para uma tranquila viagem noturna em direção ao estreito e, por fim, assistir ao pôr-do-sol sobre o Mar da Tasmânia.

Fonte: Destinos de Viagem

  
  

Publicado por em