Folclore, aventura e ecoturismo no interior paulista

Pedra Bela, cidade próxima a Bragança Paulista, abriga a maior tirolesa do Brasil, com 1.900 metros de extensão; turismo de aventura é grande atração na região

  
  

Pouco conhecida mesmo dos moradores das cidades vizinhas, Pedra Bela, nos arredores de Bragança Paulista, interior do Estado de São Paulo, abriga a maior tirolesa do Brasil. Turistas em visita ao local podem se aventurar na descida pelos 1.900 metros de extensão que, no ponto mais alto, está a 105 metros do chão. A tirolesa sai da Pedra Santa e chega ao portal da cidade.

Em outra cidade próxima, na Estância Turística de Joanópolis, na divisa dos estados de Minas Gerais e São Paulo, a aventura dá espaço ao imaginário folclórico.

Figuras folclóricas sempre fizeram parte do imaginário da população de cidades interioranas, mas em Joanópolis a figura do Lobisomem se destacou entre os moradores. Daí até comerciantes transformarem o mito em negócio, foi um salto.

Hoje, já há turistas que visitam a região para experimentar a 'canjinha do lobisomem' e aproveitam para levar estatuazinhas ou ímãs de geladeira do 'homem que se transforma em lobo nas noites de lua cheia' como lembrança.

Pedra Bela e Joanópolis são duas das 13 cidades que integram o Circuito Turístico entre Serras e Águas, projeto do Sebrae/SP desenvolvido pelo Escritório Regional Guarulhos, que está divulgando alguns roteiros para chamar a atenção da atividade turística como alternativa de desenvolvimento das cidades e comunidades do Estado.

Até agora já foram integrados 550 empreendimentos, entre atrações turísticas, hotéis e restaurantes, negócios do artesanato e agências de turismo, das 13 cidades que fazem parte do circuito – Atibaia, Bragança Paulista, Bom Jesus dos Perdões, Guarulhos, Jarinu, Joanópolis, Mairiporã, Nazaré Paulista, Pinhalzinho, Piracaia, Pedra Bela, Tuiuti e Vargem.

Os empresários por trás desses negócios estão sendo capacitados em Empreendedorismo e Plano de Negócios, entre outros temas da gestão empresarial. “Os cursos são gratuitos, com objetivo de possibilitar aos empresários usarem o dinheiro que seria investido em cursos na melhoria das empresas”, explica Douglas Tadeu de Carvalho, gestor do Projeto no Escritório Regional do Sebrae/SP em Guarulhos.

Além dos atrativos folclóricos e de aventura, o circuito tem outras atrações: Nazaré Paulista, por exemplo, é referência em turismo náutico no Estado pelas dezenas de marinas que possui. Outras cidades já pensam em fazer investimentos turísticos para o futuro: em Mairiporã, o prefeito Antonio Shigueyuki Aiacyda já manifestou interesse em construir um teleférico atravessando a Rodovia Federal Fernão Dias.

“Já detectamos que o circuito tem potencial para turismo rural, ecoturismo e turismo de aventura”, explica Carvalho. Em meados de 2011, será lançado o catálogo Circuito Turístico Entre Serras e Águas, com as atrações certificadas.

Serviço:
Escritório Regional do Sebras/SP em Guarulhos
Douglas Tadeu de Carvalho - (11) 2440-1009
Informações à imprensa
Luciane Crippa - (11) 3177-4904
lucianec@sp.sebrae.com.br

Fonte: Agência Sebrae de Notícias

  
  

Publicado por em

KAZUO YONETA

KAZUO YONETA

14/10/2009 10:38:18
BOM DIA, GOSTEI DA IDEIA DE CONSTRUIR TELEFÉRICO. NÓS PRECISAMOS NA FAIXA DE 100 A 150 KM DE SP, PORQUE O PAULISTANO MERECE SE DISTRAIR NOS FINAIS DE SEMANA. AS CIDADES NESTA DISTÂNCIA PRECISAM INVESTIR NO TURISMO.
SE DEPENDER DE MIM, LEVAREI MUITOS TURISTAS PARA O LOCAL OU A CIDADE QUE PRESTIGIAREM. OBRIGADO POR TER ESTE ESPAÇO PARA EXPRESSAR AS OPINIÕES
KAZUO YONETA.