Fórum de Turismo de Mato Grosso do Sul visou priorizar os interesses coletivos

Dia 2 de abril, na sede do Sebrae/MS em Campo Grande, o consultor João Carlos Tonetto Pinto repassou aos integrantes do Fórum de Turismo de Mato Grosso do Sul, a experiência paranaense com esse tipo de organização. João é administrador, especialista e

  
  

Dia 2 de abril, na sede do Sebrae/MS em Campo Grande, o consultor João Carlos Tonetto Pinto repassou aos integrantes do Fórum de Turismo de Mato Grosso do Sul, a experiência paranaense com esse tipo de organização.

João é administrador, especialista em planejamento e gestão, consultor do Sebrae/PR e secretário executivo do Fórum para o Turismo Sustentável do Paraná.

Para ele, a grande vantagem desse tipo de organização é convergir os pensamentos do poder público e entidades privadas para o mesmo rumo.

`A grande proposta é alinhar os objetivos e fazer os participantes entenderem e aceitarem que primeiro devem vir os interesses coletivos e só então é que os benefícios privados devem ser priorizados`.

Para Arnaldo Leite, do Sebrae/MS, aprender com a experiência do fórum paranaense foi muito bom para orientar os participantes do recém criado fórum sul-mato-grossense.

`Após a palestra do João, já demos um encaminhamento que será a capacitação dos participantes através do Curso
Liderar e então partiremos para a elaboração de um plano de trabalho participativo`.

O Curso Liderar, aplicado pelo Sebrae/MS, tem o objetivo de estimular a mudança de valores e atitudes pessoais que favoreçam o compromisso com a promoção do desenvolvimento das entidades, comunidades e do meio ambiente.

De acordo João Carlos, o principal obstáculo para o sucesso de uma organização da natureza de um fórum de turismo, é convencer os participantes da importância de colocar os interesses do conjunto acima dos problemas pessoais que, por ventura, possam existir.

Com relação aos participantes do fórum do MS, João considerou-os animados: `Apatia é sinal de doença e aqui foi o contrário. Todos perguntando participando. Senti muita energia e vontade de acertar, o que é um bom sinal`.

De acordo com Luiz Carlos Ferreira Gomes, presidente da Sociedade de Defesa do Pantanal - Sodepan, e membro do Conselho Executivo do Fórum de Turismo de Mato Grosso do Sul, a entidade surgiu em 13 de janeiro de 2003, em função da perda de fluxo turístico para estados como Mato Grosso e Goiás.

Fonte: Sebrae

  
  

Publicado por em