Governador lançará o Programa de Certificação da Qualidade para o Turismo a Bahia

Considerado como uma das principais prioridades da Bahiatursa na atual gestão, o Programa de Certificação da Qualidade para o Setor de Turismo do Estado da Bahia será lançado na quinta-feira, dia 15, na Governadoria, às 16h30, pelo governador Paulo Souto.

  
  

Considerado como uma das principais prioridades da Bahiatursa na atual gestão, o Programa de Certificação da Qualidade para o Setor de Turismo do Estado da Bahia será lançado na quinta-feira, dia 15, na Governadoria, às 16h30, pelo governador Paulo Souto.

Do ato de lançamento participam também o secretário da Cultura e Turismo, Paulo Gaudenzi, e o presidente da empresa, Cláudio Taboada.

O programa, dirigido a empresas e empresários que atuam em toda a cadeia produtiva do turismo, tem a intenção de oferecer ao turista que chega a Bahia um alto padrão de atendimento, incluindo assim o Estado também entre os principais destinos internacionais no que se refere à qualidade dos serviços prestados.

O objetivo é criar um sistema de certificação de qualidade dos estabelecimentos, instituído a partir de normas e baseado em condições seguras, isentas e rígidas de auditoria.

Para isso, o governo do Estado firmou convênio com quatro organizações nacionais e internacionais especializadas em consultoria de qualidade, as quais darão assessoria e suporte técnico ao empresariado de como proceder de forma que sua empresa possa se habilitar a receber o Certificado de Qualidade do Turismo Bahia.

CONSULTORIA

As quatro organizações contratadas pelo governo, através da Bahiatursa, para dar consultoria às empresas são a PQB (Programa da Qualidade Bahia), tida como a principal instituição nacional para premiação da qualidade, o IH(Instituto da Hospitalidade), que desenvolve ações para despertar a consciência sobre a importância da qualificação e aprimoramento profissional, e que já atua em projeto de certificação para o turismo, a BVQI (Bureau Veritas Quality Internacional) e a BV (Bureau Veritas), ambas multinacionais de classificação e certificação da qualidade, responsáveis inclusive pela expedição do certificado conhecido como ISO.

O governador Paulo Souto disse que a certificação é muito importante para a atual fase em que vive a Bahia e o Brasil, por estabelecer uma nova realidade para as empresas, ao instituir princípios e critérios de gestão que envolvem elementos de modernização administrativa, responsabilidade social e compromissos com a sustentabilidade, promovendo uma mudança de mentalidade em toda a cadeia produtiva do turismo.

CONSELHO

A fim de assegurar uma credibilidade inquestionável à iniciativa, a direção geral do programa será entregue a um Conselho Diretor constituído por entidades de classe empresarial e de trabalhadores, além de instituições de ensino superior em turismo.

Para dar apoio técnico a esse conselho está prevista a criação de uma Secretaria Executiva, com a tarefa de coordenar os quatro comitês setoriais que serão formados – Meios de Hospedagem; Bares e Restaurantes; Operadoras e Agências de Viagem; Meios de Transporte.

O secretário da Cultura e Turismo, Paulo Gaudenzi, lembra que a certificação como diferencial competitivo para empresas é uma prática que vem se tornando cada vez mais comum e eficaz no desenvolvimento da filosofia de qualidade em todos os segmentos da economia.

PILOTO

O projeto piloto do programa vai abranger os meios de hospedagem, restaurantes, operadoras e agências de receptivo de Salvador, entorno e da zona turística identificada como Costa dos Coqueiros, que inclui a Estrada do Coco e Linha Verde. Inicialmente serão contempladas 40 empresas no segundo semestre deste ano.

Devido a complexidade da atividade do turismo, diz o presidente da Bahiatursa, Cláudio Taboada, incentivar e investir no processo de certificação das empresas integrantes da cadeia produtiva, no âmbito estadual, “é uma tarefa desafiadora que confirma o perfil arrojado e inovador da empresa”.

Ele garante que uma nova fase está sendo inaugurada no turismo da Bahia, e afirma que o objetivo maior é conscientizar e transferir tecnologia às empresas para a obtenção da excelência nos serviços e produtos que
comercializam.

Fonte: Bahiatursa

  
  

Publicado por em

Maria Natalina Pereira de Oliveira

Maria Natalina Pereira de Oliveira

28/08/2008 11:15:29
Sou academica de turismo, fiqui muito feliz por saber que tem pessoas se preocupando com o turismo,mais ainda saber que estão dando uma atenção especial ao meio ambiente,que hoje e uma preocupação mundial.parabenizo todos os envolvidos pois assim que sabe nossos filhos e netos podem ter um futuro menos consumista,mas ciente de que o meio ambiente é a parte principal da nossa sobrevivência e bem estar.