II Prêmio FGV-EBAPE/Ministério do Turismo/Embratur quer estimular reflexão sobre o setor

Apontar futuras tendências do mercado no Brasil.Aprimorar o fluxo de informações entre especialistas e autoridades. Estimular a reflexão teórica no setor do turismo. Esses são alguns dos objetivos do Prêmio FGV-EBAPE/Ministério do Turismo/EMBRATUR de Mono

  
  

Apontar futuras tendências do mercado no Brasil.Aprimorar o fluxo de informações entre especialistas e autoridades. Estimular a reflexão teórica no setor do turismo. Esses são alguns dos objetivos do Prêmio FGV-EBAPE/Ministério do
Turismo/EMBRATUR de Monografias, Estudos de Caso e Reportagens do Setor de Turismo e Hotelaria, que distribui R$ 13 mil entre os vencedores.

Na sua segunda edição, o prêmio também está aberto a textos jornalísticos que abordem o turismo do ponto de vista econômico. Criado em 2003, o prêmio surgiu de uma parceria entre a EMBRATUR (Instituto Brasileiro de Turismo) e a Fundação Getúlio Vargas (FGV), por meio da
Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas (EBAPE-FGV).

Transporte aéreo, rotas de cruzeiros marítimos, imagem turística de um destino e o uso da internet aplicada ao turismo são exemplos de temas apresentados entre os 123 trabalhos inscritos na primeira edição do prêmio.

`Houve uma efetiva utilização dos trabalhos da última edição. Eles resultaram em ferramentas importantes tanto para o meio acadêmico, quanto para a prática`, afirma o diretor de Estudos e Pesquisa da EMBRATUR, José Francisco de Salles Lopes.

Monografias e Estudos de Caso :

`O objetivo é estimular publicações de qualidade, que
possam dar credibilidade ao prêmio`, explica o coordenador do Núcleo de Estudos Avançados em Turismo e Hotelaria (NEATH) da EBAPE-FGV, professor Luiz Gustavo Barbosa, que na última edição do prêmio se surpreendeu com a qualidade dos estudos feitos por
estudantes ainda na graduação. `Isso mostra que a universidade está adotando uma nova posição sobre a questão do turismo`, diz o professor.

Esse foi um dos motivos para subdividir a categoria Monografias e Estudos de Caso, entre trabalhos de graduação e pós-graduação. Na primeira, cujo prêmio é de R$ 3 mil, podem concorrer alunos que estejam concluindo a graduação em qualquer área, desde que tratem sobre o setor de turismo no seu trabalho de conclusão de curso.

Já a segunda, com prêmio de R$ 5 mil, é destinada para pós-graduandos e pós-graduados, tanto de programas Latu Sensu, quanto de Strictu Sensu, incluindo assim mestrado e doutorado. Essa categoria também está aberta para professores de qualquer área, que possuam trabalhos relacionados ao setor de turismo.

`O reconhecimento acadêmico é fruto de diversos fatores. Prêmios e distinções de grande notoriedade são sempre importantes`, atesta o professor Respício Antônio do Espírito Santo Jr, que venceu a primeira edição do prêmio com sua tese de doutorado: Políticas, oportunidades e desafios para o binômio transporte aéreo-turismo no Brasil.

`No Brasil a comunidade acadêmica tem muito a contribuir com a indústria de turismo`, afirma Respício, pesquisador do Departamento de Engenharia de Transportes, da Escola Politécnica da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

Reportagem :

Com o objetivo de estimular o debate sobre o turismo brasileiro também nos meios de comunicação, o Prêmio FGV-EBAPE/Ministério do Turismo/EMBRATUR premia pela
primeira vez textos jornalísticos relacionados ao setor.

`Como o segmento do turismo está assumindo uma importância cada vez maior na economia do País, é natural que esse reflexo seja percebido também no jornalismo`, diz Salles Lopes.

A categoria é destinada para profissionais da imprensa e abrange vários estilos do jornalismo, como reportagens, artigos e entrevistas. É necessário que o texto aborde a
questão do turismo por um viés econômico, além de ter sido publicado no ano de 2004, em qualquer veículo de comunicação do território nacional. O autor do trabalho vencedor será premiado com R$ 5 mil.

`Queremos estimular análises inovadoras relacionando turismo e economia`, declara Barbosa.

O prazo para entrega dos trabalhos é dia 16 de janeiro de 2005. Para o regulamento completo e outras informações sobre o prêmio acesse site ou entre em contato diretamente com o Núcleo de Estudos Avançados em Turismo e Hotelaria (NEATH): (21) 2559-5475 / 5476.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em