Ilhabela foi escolhida para ser certificada internacionalmente como destino de ecoturismo

No dia 22 de dezembro, foi celebrado um convênio entre a Prefeitura Municipal de Ilhabela, a Sociedade Cousteau e Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha. Presentes a cerimônia, além do prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira e vários secretár

  
  

No dia 22 de dezembro, foi celebrado um convênio entre a Prefeitura Municipal de Ilhabela, a Sociedade Cousteau e Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha.

Presentes a cerimônia, além do prefeito Manoel Marcos de Jesus Ferreira e vários secretários e representantes da sociedade civil organizada, o Sr. Marcelo Decoud diretor geral da Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha e coordenador do processo de certificação da Sociedade Cousteau.

Com esta iniciativa da Prefeitura, Ilhabela será a primeira ilha do Atlântico Sul que desenvolverá o programa Certificação Ambiental e Ecoturismo da Sociedade Cousteau (Cousteau Label).

O certificado Cousteau Label é uma iniciativa internacional que qualifica os destinos insulares como lugares seletos de turismo ecológico a nível mundial, essa certificação conta com o respaldo da ONU (Organização Nações Unidas) e da Comissão Latino Americana Interparlamentar de Meio Ambiente (CLIMA) e será desenvolvida a nível local pela Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha.

Durante a cerimônia o Prefeito fez questão de frisar a importância deste acontecimento observando que : “Este é o melhor presente de natal que Ilhabela já recebeu”

Com a formalização do convênio tem início o processo de qualificação internacional onde após um prazo de três anos Ilhabela se converterá em destino Ecoturístico de nível internacional.

Outra característica do programa é a presença de universidades européias como a Universidade de Cadiz e de Barcelona, Espanha e a Universidade de Gales da Inglaterra, as quais estarão desenvolvendo no município, durante o período de qualificação, um turismo científico e acadêmico, baseado nas características e na riqueza de Biodiversidade do arquipélago..

O projeto será financiado pela Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha e pela CLIMA e contará com a assistência da Prefeitura Municipal de Ilhabela e todo apoio da sociedade civil organizada.

O programa contempla a inspeção e o melhoramento das condições ambientais tanto em seu território, como na suas atividades náuticas e submarinas. A Sociedade Oceanográfica de Conservação Marinha já estabeleceu acordo de cooperação com a empresa Colonial Divers, patrona da idéia, que participará em todas as atividades de monitoramento subaquático.

De acordo com o exposto pelo Dr. Decoud, a inclusão de Ilhabela foi cuidadosamente estudada antes da aprovação do projeto. “Ilhabela conta com condições muito privilegiadas e únicas para converter-se em um destino de excelência para as atividades ecoturísticas”, segundo o Dr. Decoud.

A participação da comunidade de Ilhabela será vital para o êxito do programa já que a própria população será guardiã das riquezas da Ilha assim como de seu manejo, gestão ecoturística e ambiental. Como primeiro passo dando início ao exposto se realizará o Ilhabela Dive Festival que contará com a participação e apoio de Alexandra e Phillipe Cousteau Jr, netos do famoso Jaques Cousteau.

Ilhabela é agora a primeira comunidade insular da América do Sul que terá Certificação Internacional. Sem dúvida esta iniciativa é um exemplo, não só, para o Brasil como país líder deste processo, mas também para os outros países do continente.

Fonte: AssCom PM de Ilhabela

  
  

Publicado por em