Lacime 2005 consolida sua importância para o turismo

A segunda edição da Lacime 2005 (Latin American and Caribbean Incentive & Meeting Exhibition), realizada no Transamérica Expo Center, contou com um público de 3.500 visitantes, 10% a mais se comparado ao ano passado. Cerca de 300 expositores vindos de 20

  
  

A segunda edição da Lacime 2005 (Latin American and Caribbean Incentive & Meeting Exhibition), realizada no Transamérica Expo Center, contou com um público de 3.500 visitantes, 10% a mais se comparado ao ano passado. Cerca de 300 expositores vindos de 20 países mostraram as novidades em destinos e serviços para o turismo de incentivo, eventos e negócios.

`O balanço final da feira foi bastante positivo e pôde ser medido pela satisfação dos expositores que tiveram, principalmente, muitos negócios fechados durante o evento`, avalia Juan Pablo De Vera, da Reed Exhibitions, organizadora da Lacime.

O programa Hosted Buyer contou com 200 compradores-chaves de vários países que se reuniram com fornecedores-expositores da Lacime 2005.

Foram cerca de 4100 reuniões realizadas durante os três dias de evento. Com relação à edição anterior, houve aumento de 30% em número de buyers e 40% no número total de reuniões consolidadas.

Grande parte dos expositores, participantes do programa, conseguiram alcançar o objetivo de fazer negócio durante a Lacime.e saíram satisfeitos com o resultado.

`A Lacime preenche a lacuna das feiras voltadas aos negócios de incentivo. Sentimo-nos apoiados por essa iniciativa da Reed Exhibitions`, elogia o vice-presidente de feiras da FBC & VB (Federação Brasileira de Convention & Visitors Bureaux), Marco Antônio Lemos. Satisfeita com o resultado, a Federação deve marcar presença na edição 2006 da Lacime.

`No próximo ano a idéia é trazer um maior número de convention bureaux para a feira`, completa.

Outro expositor que comemorava os resultados do evento é o Intercontinental Hotel Group. Segundo o diretor global de vendas, Marcos Mello, as unidades dos hotéis que despertaram mais interesse por parte dos buyers foram as de São Paulo, Rio de Janeiro, Belém, Buenos Aires, Panamá e Chile. Mello ainda destacou a importância dos compradores locais (nacionais) no mercado do turismo de incentivo, negócios e eventos.

`O trade local são grupos tão importantes quanto os estrangeiros`, diz.

A empresa Cia. Aéreo Pão de Açúcar também saíram da feira com ótimas oportunidades de negócio. Segundo a coordenadora de marketing da empresa, Zeni Pinheiro, a Lacime se caracteriza mais pela qualidade do que pela quantidade de negócios.

`Os buyers são de excelente qualidade. No ano passado, conseguimos dois grandes buyers fiéis aos nossos serviços`, conta. Para a empresa a Lacime também é um eficiente canal de comunicação.

`Na feira, temos a oportunidade de mostrar aos nossos clientes em potencial que, além de turismo, trabalhamos com eventos. Acho que 80% das pessoas que nos visitaram nesta edição não sabiam que tínhamos este serviço`, diz.

Alguns dos novos expositores da Lacime também demonstraram satisfação nesta primeira participação. Este é o caso da Citur Travel Portugal. Segundo o diretor de marketing da operadora, Luis Moura, a empresa atingiu o objetivo de conquistar o mercado brasileiro.

`Pelo grande número de consultas que tivemos, pudemos perceber o interesse desse mercado pelos nossos produtos. Por isso, com certeza participaremos da próxima Lacime e traremos outros parceiros`, disse.

A mesma satisfação foi relatada pelo gerente da mexicana Ketzaltour, René Luis Rodríguez Cano. `Além de reforçar os laços já existentes com antigos clientes, potencializamos novos negócios`, afirma.

Outra operadora que também comemora o saldo positivo de sua atuação na feira é a Lima Tour, do Peru. Segundo a gerente de vendas Marlene Espinoza, a Lacime 2005 deve render bons frutos. `Há muito interesse por parte do mercado brasileiro nos nossos produtos. No próximo ano estaremos aqui novamente`, diz.

Para o gerente de Marketing da SP Convention & Visitors Bureau, Rubem Valduga, os expositores se estruturaram de maneira eficiente para atender os buyers, ao contrário da primeira edição.

`Acredito que no próximo ano a feira virá ainda com mais força e atrairá mais negócios tanto para compradores quanto para fornecedores`, conclui.

  
  

Publicado por em