Natureza e ecoturismo atraem estrangeiros ao Brasil

O Brasil é apontado como o primeiro do ranking em belezas naturais, entre 140 países

  
  

O ecoturismo é o segmento turístico que mais cresce no mundo, com taxas entre 15% e 25% ao ano, segundo a Organização Mundial do Turismo (OMT).

Privilegiado pela extensão territorial e variedade de biomas, o Brasil oferece inúmeras opções de lazer em cenários naturais que contemplam as cinco regiões do país.

Segundo o Fórum Econômico Mundial, o Brasil é apontado como o primeiro do ranking em belezas naturais, entre 140 países.

O último levantamento do Ministério do Turismo (MTur) com turistas estrangeiros revela que metade dos 46,8% de visitantes internacionais que vêm ao Brasil por motivo de lazer está em busca de atividades junto à natureza.

A pesquisa foi feita em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), em 2012.

Outro estudo do MTur, em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), de 2010, mostra ainda a importância do setor, com o registro de cerca de duas mil empresas operando neste segmento de turismo no Brasil e gerando entre 11 a 18 mil empregos.

O estudo aponta que pelo menos 5,4 milhões de pessoas visitam o Brasil em busca de aventura, adrenalina, e lazer ao ar livre.

Arvorismo, trilhas, canoagem, cicloturismo, rapel, exploração de cavernas, mergulho e tirolesa são algumas das opções de ecoturismo e turismo de aventura.

São atividades praticadas em cachoeiras, grutas, cavernas, lagos, rios, mares, dunas, praias e montanhas espalhados pelo Brasil, em biomas como Pantanal, o Cerrado, a Caatinga, a Mata Atlântica e os campos do Sul.

O ministro do Turismo, Vinicius Lages, acredita no potencial do ecoturismo e turismo de aventura no país, e aposta na estruturação dos parques nacionais para aumentar o fluxo de visitantes tanto estrangeiros quanto de brasileiros.

“Vamos buscar recursos e equipar os parques com infraestrutura para receber bem o turista. É uma forma de divulgar as belezas naturais do país e diversificar o turismo”, diz.

A preocupação e os investimentos em ecoturismo no país também ficam evidentes com a realização, pela primeira vez, no Brasil, da Conferência de Ecoturismo e Turismo Sustentável (ESTC2014 - Ecotourism and Sustainable Tourism Conference), que reunirá representantes de 50 países e mais de 600 profissionais do setor entre 27 e 30 de abril em Bonito, no Mato Grosso do Sul.

O evento pretende reforçar o compromisso do setor com resolução da ONU de promover o ecoturismo para a erradicação da pobreza e proteção do meio ambiente.

Visite: www.revistaecotour.com.br

Fonte: MTur

  
  

Publicado por em