Nordeste registra recorde de charters neste verão

Parceria da Embratur, Infraero, CTI-NE e secretarias de turismo colaborou para atrair 42 vôos semanais para a região de dezembro a fevereiro deste ano. A temporada de verão 2003/2004 chegou trazendo mais turistas estrangeiros para o Nordeste, com uma

  
  

Parceria da Embratur, Infraero, CTI-NE e secretarias de turismo colaborou para atrair 42 vôos semanais para a região de dezembro a fevereiro deste ano.

A temporada de verão 2003/2004 chegou trazendo mais turistas estrangeiros para o Nordeste, com uma oferta de vôos recorde. Semanalmente, estão chegando em sete cidades nordestinas 42 charters, provenientes de 14 países. São 133% de aumento em relação à temporada anterior, que contava com 18 vôos.

O feito é resultado da retomada do fluxo da Argentina (pós crise econômica), da consolidação do destino Nordeste e da parceria Embratur, Infraero e CTI-NE (Comissão de Turismo Integrada do Nordeste) pela promoção do Brasil no exterior.

`Essa marca é fruto do esforço do governo federal em atrair mais visitantes internacionais para o país`, afirma Pedro Valadares, presidente da CTI-NE. A Comissão é responsável pela coordenação das ações de promoção do Brasil no exterior, com apoio da Embratur, Infraero e secretarias estaduais de turismo.

A diretora de Turismo de Negócios e Eventos da Embratur, Jeanine Pires, também atribui o crescimento à ampliação da presença do Brasil no mercado europeu e à promoção do Nordeste de forma unificada. `

Há aumento de vôos de Portugal e Espanha, por exemplo.Além disso,cidades como Natal, Maceió e Fortaleza vêm se tornando destinos mais procurados`, avalia.

A parceria com a Infraero também permitiu o aumento de espaços nos porões das aeronaves para a exportação de produtos perecíveis do Nordeste para os países emissores de turistas.

Nesta temporada de verão, a Argentina aparece em primeiro lugar em números de charters para o Nordeste: são 10, oito a mais em relação ao verão passado. Principal emissor de turistas para o Brasil, o país está com a economia reestabelecida, o que vem proporcionando a retomada do fluxo de argentinos. Acredita-se que, em 2003, tenha ocorrido um aumento entre 15 e 20%.

Portugal é o segundo da lista, com nove vôos, três a mais que no ano anterior. Os demais emissores são países da Escandinávia, com cinco charters; Itália, Holanda e Uruguai, com quatro; Chile, três; Espanha, dois; França e Suíça, um cada. Além desses, República Checa,Bolívia e Guiana Francesa têm – pela primeira vez – uma linha para a região.

Natal (RN), Fortaleza (CE) e Porto Seguro (BA), empatadas, são as cidades que recebem o maior número de chegadas, 11 por semana. Salvador (BA), Maceió (AL), Recife (PE) e Aracaju (SE) completam os destinos dos charters nesta temporada.

De acordo com a CTI-NE, neste ano, são esperados na região cerca de 16 milhões de turistas entre brasileiros e estrangeiros.

Fonte: Assessoria de Comunicação da Embratur

  
  

Publicado por em