Nove opções para o primeiro mergulho no Brasil

Para iniciante a pratica do mergulho é cativante, ainda mais se este for realizado em local belo e com águas transparentes. Existem dois tipos de mergulho que são mais praticados por iniciantes: a descida e a flutuação

  
  
Em sua primeira vez o mergulhador passará pelo batismo, que é uma descida, acompanhada de instrutor, realizada até no máximo 12 metros de profundidade

Para iniciante a pratica do mergulho é cativante, ainda mais se este for realizado em local belo e com águas transparentes. Existem dois tipos de mergulho que são mais praticados por iniciantes: a descida e a flutuação.

Em sua primeira vez o mergulhador passará pelo batismo, que é uma descida, acompanhada de instrutor, realizada até no máximo 12 metros de profundidade. Para mergulhar sozinho e mais fundo, o praticante terá de participar de um curso básico, dividido em aulas teóricas e exercícios práticos em piscinas ou águas abertas.

Mas a pergunta é onde realizar o primeiro mergulho? Quem responde essa pergunta é a Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta), confira as dicas:

• Fernando de Noronha (PE): Ilha localizada no Oceano Atlântico, a 360 km da costa brasileira. São 21 ilhas e ilhotas com os melhores pontos de mergulho do Brasil, com visibilidade que chega a 50 metros em alguns pontos. A diversidade de espécies marinhas faz com que o praticante se sinta em um grande aquário, com tartarugas-marinhas, golfinhos, diversos tipos de peixes, corais. A entrada de turistas é controlada, com pagamento de taxa ambiental por tempo de permanência.

• Guarapari (ES): Litoral Sul do Espírito Santo, conhecido como um dos mais belos trechos do litoral sudeste do Brasil. Uma movimentação traz para a superfície águas profundas do oceano e desenvolve vida marinha no entorno da ilha. O mergulhador também pode visitar naufrágios, como os do Beluccia e do Victory 8B. O primeiro afundou em fevereiro de 1903 e o segundo, em 2003. O Victory 8B foi um naufrágio controlado do Brasil, preparado para mergulhadores visitarem e que se tornou um abrigo para várias espécies marinhas. A visibilidade é de cerca de 10 metros durante o ano e, no verão, pode atingir 15 metros.

• Abismo Anhumas (MS): É uma caverna localizada a 23 km de Bonito (MS). É preciso descer 72 metros de rapel para atingir um lago de águas cristalinas, com 80 metros de profundidade. Quem tem certificação pode fazer mergulho com cilindro.

No Rio Formoso, o mergulhador vê de perto a formação calcária e os peixes da região, principalmente o piraputanga e o curimbatá

• Rio Formoso (MS): O mergulhador vê de perto a formação calcária e os peixes da região, principalmente o piraputanga e o curimbatá. A profundidade é de 5,5 metros. Rio Formoso fica a seis quilômetros do centro de Bonito (MS).

• Rio da Prata (MS): Quem não tem certificação pode mergulhar nas águas cristalinas do Rio Prata, acompanhado por um condutor profissional. Lá é possível ver, a uma profundidade de até oito metros, uma variada quantidade de peixes, como cacharas, pacus, curimbatás, pintados, piraputangas e dourados.

• Lagoa Misteriosa (MS): A profundidade desse lago, como o nome já diz, é um mistério: um mergulho exploratório já alcançou 220 metros, sem que o fundo fosse avistado. Mergulhar com cilindros permite ver os paredões rochosos, a vegetação subaquática e cardumes de pequenos peixes.

• Naufrágio Rosalinda (BA): Localizado no Arquipélago dos Abrolhos, a 70 km da costa, mergulhadores podem visualizar o cargueiro italiano que afundou em 1955. Os sacos de cimento que estavam em seu porão continuam intactos, a 20 metros de profundidade. O casco está coberto de corais-de-fogo. Para entrar no navio é necessária certificação avançada.

• Naufrágio Guadiana (BA): Navio inglês que naufragou em 1885, levando grãos de café, localizado no Arquipélago de Abrolhos, está a 27 metros de profundidade e tem 120 metros de comprimento. O mergulhador encontra vários tipos de corais e cardumes de griacó a meia nau e barracudas grandes. Exige certificação avançada para mergulhar.

Para mergulhar sozinho e mais fundo, o praticante terá de participar de um curso básico, dividido em aulas teóricas e exercícios práticos em piscinas ou águas abertas

• Naufrágio Santa Catarina (BA): Cargueiro alemão a vapor, carregado de material agrícola, afundou em 1914. Tem 114 metros de comprimento e virou casa de cardumes de budiões azuis, salemas, raias matas e outras espécies marinhas. Também é possível identificar vasos sanitários, guinchos e casas de máquina. Está a 25 metros de profundidade e é necessário certificação avançada para mergulhar no local.

Fonte: Mergulho Scuba

  
  

Publicado por em